Qual a diferença entre os principais tratamentos capilares?

No post de hoje, trazemos a diferença entre os procedimentos mais utilizados pelas mulheres na recuperação dos seus fios.

0

Olá, meninas! Tudo bem como vocês? Os procedimentos para recuperação dos fios danificados são muitos, assim como as informações e opiniões sobre eles, deixando a todas muito confusa sobre qual optar.

Mas, alguns deles geram fazem a cabeça das mulheres, além de gerar vários pontos de interrogação imaginários. Qual a diferença entre eles? Em qual caso aplicar? Vamos descobrir?

Em verdade, o objetivo destes tratamentos é o mesmo: proteger e fortalecer os fios. Alguns podem, inclusive, incluídos no seu cronograma capilar. Vejamos a diferença entre eles e como é feito cada um, passo a passo.

Cauterização

Também chamado de plástica capilar, é um procedimento um pouco mais agressivo, mas, também passível de fazer casa. No salão, é aplicado um produto químico específico, enquanto nas receitas caseiras, são usados, apenas, queratina líquida (obrigatoriamente sem enxágue) e máscara de hidratação, repondo a proteína perdida.

Por ser mais profundo que a reconstrução, deve ser feita, no máximo, uma vez por semana, para que os fios não fiquem enrijecidos, ao invés de maleáveis, que é o resultado esperado.

Os princípios ativos do tratamento, unidos ao calor, selam as cutículas capilares. É um tratamento que age do córtex até as cutículas, por dentro do fio.

Para começar o processo, lave os cabelos apenas com shampoo e retire o excesso de água com a toalha. Hidrate para, em seguida, aplicar a queratina. Para finalizar, é mandatório secar os cabelos com o secador e selar a queratina nos fios por meio da chapinha. O objetivo dessa selagem é fixar a queratina, gerando um resultado mais satisfatório.

Ao contrário da reconstrução, exige alguns cuidados. Cabelos elásticos e emborrachados não podem receber a chapinha, por exemplo. Nesse caso, é necessário que, após a aplicação da queratina, os fios sejam secos ao natural.

Após a aplicação, o cabelo não deve ser lavado por, pelo menos, 48h, a fim de que a queratina fixe bem.Na próxima lavagem, use uma máscara emoliente para amaciar os cabelos. A queratina pode deixar os cabelos um pouco mais duros.

Selagem

Muito parecido com a cauterização, esse procedimento se diferencia pela base do produto utilizado, que é em gel, não em creme ou máscara como na cauterização. A selagem carrega importante carga de proteínas que agirão na parte externa da cutícula.

Este procedimento é indicado para cabelos de texturas fina ou média, tratando a porosidade dos fios através do envelopamento, melhorando os fatores cor e brilho. A selagem é, então, bastante indicada para cabelos tingidos.

Reconstrução

Mais leve que a cauterização, é indicada para qualquer tipo de cabelo (seco, oleoso, liso, ressecado, emborrachados, elásticos). O objetivo é a reposição das proteínas capilares, sendo um tratamento da fibra capilar de dentro para fora.

Inicialmente, os cabelos ficam um pouco duros, porém, têm repostos massa, queratina, aminoácidos, ou seja, ficam mais fortes. São produtos reconstrutores os feitos a base de queratina, proteína, creatina, colágeno, trigo, aminoácidos, cisteína e arginina.

No Poo e Low Poo

Pode ser feita em casa e, nas receitas caseiras, é utilizada a queratina sob os estados creme, gel ou líquido. O ideal é que seja aplicada a versão com enxágue, mas, se não tiver, não há problemas em usar a versão sem enxágue, ok?.

De qualquer forma, para começar, você precisa lavar os cabelos, apenas com shampoo, retirando o excesso de água com a toalha.

Depois, misture a receita mecha a mecha, deixando agir no tempo da máscara que utilizar (leia na embalagem). Enxágue e finalize como preferir.

A reconstrução não exige finalização com chapinha como a cauterização, então, você pode deixar seus cabelos secarem ao natural, o que é mais indicado, até. Basta passar um leave-in e pronto! Agora, algumas ressalvas relativas a cada tipo de cabelo:

  •  Quimicamente tratados: aplique a queratina líquida com a máscara de hidratação ou reconstrução
  • Normais, sem química: use somente a máscara de reconstrução, pois, cabelos saudáveis não pedem queratina extra
  • Elásticos: misture queratina líquida à máscara de reconstrução, finalizando com cremes para pentear também com efeito reconstrutor

Hidratação

Sai principal função é repor, de forma sutil, a água e nutrientes dos fios e é na qual deve focar meninas com cabelos ressecados, armados e sem brilho.

É o tratamento mais indicado para quem quer deixar os fios mais bonitos e saudáveis. Para adquirir sua máscara hidratante, é importante observar seus componentes, sendo os mais indicados silicones, aloe vera (babosa), frutas, vegetais, pantenol, açucares, glicerina e vitaminas.

As máscaras são encontradas em supermercados ou lojas especializadas. Nas hidratações caseiras, uma boa é misturar óleo, ampola e máscaras de hidratação.

Botox

Apesar do nome igual, os recursos do botox capilar são diferentes do facial, o botox é recomendado para quem busca rejuvenescer os fios, obtendo resultado imediato.

Botox capilar

É muito bom para pessoas com fios de espessuras de média a grossa, o tratamento consiste em recuperar a massa capilar através do preenchimento nas partes fracas do fio.

O botox possui alta concentração do ácido hialurônico, de efeito reconstrutor, em associação com antioxidantes que aumentam a hidratação e flexibilidade dos fios.

Também é recomendado para quem passou por escovas progressivas ácidas que provocaram a desnaturação do córtex (parte interna dos fios que é rica em queratina).

Por agir sobre fios frágeis e quebradiços, está ligado aos tratamentos que objetivam a melhora da elasticidade, resistência e maleabilidade.

Qual dos dois é melhor?

Aqui, não existe melhor ou pior, apenas o momento adequado para seus cabelos. Porém, a cauterização não deve ser usada em cabelos elásticos, danificados ou com corte químico porque a tração provocada pela escova, além do calor, pode piorar os fios, ao invés de recuperar.

Cabelo com quÍmica

Por isso, o ideal, nestes casos, é começar pela hidratação, para, depois, aplicar a reconstrução.

Alguns consideram a reconstrução um processo mais completo por englobar qualquer processo de reposição de proteínas.

Independente do processo pelo qual optar, é importante preparar seus cabelos seguindo alguns cuidados, como procurar um especialista, perguntando o princípio ativo do produto oferecido.

Também é importante se atentar aos efeitos causados na aplicação, como ardência nos olhos, tosse ou prurido nasal.Caso alguma dessas reações apareça, interrompa o tratamento. É interessante fazer, com antecedência, o teste da mecha, averiguando a reação a cada produto.

Vejam alguns vídeos sobre o assunto:

Reconstrução e cauterização:

Cauterização e botox, qual a diferença:

Diferença entre progressiva, selagem e botox capilar:

Então, meninas, tiraram suas dúvidas sobre todos esses procedimentos? Já fez algum deles? O que achou? Conta pra gente como foi o resultado!

Beijos e até a próxima!

você pode gostar também
Deixe um comentário

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More