Tudo sobre a plástica capilar

Conheça mais sobre a técnica, como funciona, para que serve, além de conhecer os principais produtos indicados.

0

Olá, gente bonita!!! Nós de Tudo Sobre Cabelos estamos sempre trazendo novidades para você, seja como dicas de hidratações, cuidados, cortes e penteados. Hoje, vamos falar um pouco sobre uma técnica que traz, ao mesmo tempo, as três etapas do cronograma capilar: hidratação, nutrição e reconstrução. Trata-se da plástica capilar, técnica que pode ser aplicada, inclusive, em cada.

Precisamos falar de cabelos danificados

É fato! A grande maioria das mulheres tem o sonho de ter cabelos fabulosos como os ostentados por uma celebridade de Hollywood. Mas, a correria do dia-a-dia, o excesso de química e fatores externos de agressão, como o sol e o vento, só colocam obstáculos para a realização desse sonho de princesa.

Descubra como cuidar dos fios danificados

Partindo disso, notamos que grande parte das mulheres ainda tem certa dificuldade em identificar as necessidades reais de seus cabelos.

Entender, com exatidão, o que os fios precisam naquele momento faz toda a diferença para colocar em prática o tratamento correto que traga resultados satisfatórios.

Se suas madeixas estão danificadas, com certeza, vão apresentar uma boa quantidade de pontas duplas, além de perceber elas estarão visivelmente opacas e quebradiças. Quer tentar um teste rápido? Basta esticar um fio com as mãos.

Caso ele demonstre baixa elasticidade e parta com facilidade, é sinal de que precisa cuidados urgentes. E você sabe por que isso acontece? Simples! Porque o fio sofreu agressões bem graves em razão do excesso de tratamentos químicos, como tinturas, descolorantes e alisamentos.

Se executados seguindo as orientações, esses recursos não costumam causar danos sérios. Mas, se aplicados de forma incorreta ou em excesso, esses procedimentos podem trazer sérios danos à saúde dos fios.

Cabelos danificados

Por isso, é preciso tratá-los com produtos específicos que proporcionarão recuperação profunda para os danos.

A melhor orientação nessas situações é procurar as orientações de um profissional para entender como tratar o cabelo danificado, incluindo descobrir quais são os produtos certos para começar o tratamento.

Outro motivo de preocupação para muitas mulheres é o cabelo envelhecido, e não é só na cabeça das mulheres mais idosas não.

Não necessariamente o fio envelhecido estará na cabeça de uma pessoa idosa. Sim, a ação do tempo impacta, de cara, sobre a estrutura dos cabelos, mas, o desenrolar dos anos não é a única coisa que causa envelhecimento capilar.

Nessa situação, os radicais livres são os grandes anti-heróis e surgem, não apenas por razões cronológicas como, também, por ação de fatores ambientais ou químicos. Incluem-se, aí, o uso frequente de secadores e chapinhas, a poluição, a água marinha, a má alimentação e o estresse, alguns dos motivos determinantes que podem fazer com que seus cabelos envelheçam mais depressa.

Judy Dench

O envelhecimento é um processo gradual que, aos poucos, vai alterando a composição interna dos fios. Quer ver um exemplo prático? Já observou que suas avós têm cabelinhos mais finos e ralos?

Isso acontece devido à diminuição substancial das fibras capilares no couro cabeludo, o que causa a menor densidade do cabelo.

E aí, lá se vai aquela vasta cabeleira das auras épocas da juventude que, se não for bem cuidada, vão se transformando em fios frágeis e escassos na terceira idade.

Sendo assim, é necessário colocar em prático um tratamento que vá além da hidratação tradicional. Ou seja, para tratar o cabelo envelhecido, é necessário repor nutrientes essenciais, como minerais e proteínas, a fim de recuperar o viço capilar.

Por isso, o investimento em produtos ricos em antioxidantes, que têm a capacidade de combater os radicais livres e prevenir o envelhecimento precoce dos fios, é a opção mais recomendadas por profissionais da área.

Outro fator que é importante levar em consideração é que a saúde dos fios está, diretamente, ligada ao bem-estar. Isso significa que quando estamos cansadas, estressadas ou deprimidas, o cabelo tende a ficar mais rebelde, perde brilho ganha frizz.

Agora, quando estamos felizes e animadas, o bom humor se reflete nas nossas madeixas, que ficam mais sedosas. Já percebeu que, quando estamos de bem com a vida, as pessoas comentam que estamos radiantes? Tá aí a explicação! Então, preocupar-se com o bem-estar é sinônimo de cuidar de si mesma.

Exercício físico para queda de cabelo

Por isso, não deixe de lado um programinha gostoso, tipo um cinema com os amigos, um happy hour após de um dia cheio no trabalho ou aquele passeio de bicicleta no parque. Tudo isso pode agir no equilíbrio emocional e, consequentemente, contribuir para a saúde dos fios.

Tenha em mente que, no corpo humano, tudo está interligado. Se alguma coisa não vai bem, as consequências são sentidas em diversas partes do corpo, o que inclui os cabelos. Alterações hormonais, como as causadas pela menopausa, e biológicas costumam ser bastante prejudiciais, além de tratamentos para doenças severas, como a quimioterapia.

Também estão ligados à interferência na saúde capilar hábitos como o abuso de bebidas alcoólicas, o cigarro e alimentação rica em gorduras. Assim, para assegurar a recuperação de seus fios, invista na rotina tranquila e alimentação saudável, rica em frutas, proteínas magras e legumes.

Plástica capilar como opção renovadora de tratamento

O mercado disponibiliza uma grande variedade de produtos destinados à descoloração, alisamento e texturização dos cabelos. Convenhamos que essa oferta toda é bem tentadora, mas, um mau passo pode causar efeitos irreparáveis nos fios.

Então, é imprescindível consultar o profissional de sua confiança para que analise a situação de seus fios, sugerindo os produtos adequados para trata-los. Dentre as opções que o mercado, felizmente, também disponibiliza e vem ganhando um grande número de adeptos em todo o mundo é a Plástica Capilar.

Plastica Capilar

Esta técnica promete a reposição de minerais e nutrientes por meio da queratina e da argila branca. O processo de remineralização tem o poder de deixar os cabelos mais macios e brilhantes, dignos de uma diva de cinema.

A Plástica Capilar tem suas origens na indústria cosmética japonesa e surgiu como uma alternativa para o tratamento profundo de cabelos danificados ou envelhecidos.

Vale lembrar que 85% da composição da fibra capilar consistem em uma proteína bastante conhecida, queratina (da qual sempre falamos) e, devido às agressões constantes, os fios vão perdendo essa substância, tornando-os mais fracos e sem vida.

O problema pode se agravar caso seu cabelo seja, naturalmente, fino ou ressecado, situação comum em fios tratados mechas loiras ou cabelos crespos. É nesse problema que a Plástica Capilar promete agir, repondo os nutrientes essenciais.

A técnica também é conhecida como requeratinização e é recomendada em casos extremos. Sua ação é potencializada por atrelar a queratina à substâncias de ação emoliente, como o óleo de girassol.

Cabelo em salão

Como veremos logo a seguir, o processo conta com a ajuda do secador, com o qual a queratina é ativada, selando a cutícula capilar e fazendo com que os nutrientes trazidos pelos produtos permaneçam no interior dos cabelos. Trata-se de um procedimento de ação instantânea, cujos resultados são visíveis já na primeira aplicação.

Outra indicação para qual o tratamento é orientado é a preparação dos cabelos para mudanças radicais provenientes de químicas (como alisamento) ou tinturas mais fortes que envolvam decapagem e descoloração.

Dessa maneira, os cabelos estarão mais fortes receber a química prevista, dando mais segurança para que o profissional proceda com a transformação a que se propõe. Você se lembra de que a plástica capilar promove a selagem das cutículas, certo? Pois é, com isso, é criada uma película protetora ao redor das fibras capilares, o que é de considerável importância nos procedimentos químicos.

Certo, mas, o que é a cutícula mesmo?

Trata-se da porção externa do cabelo e é formada por escamas que protegem, completamente, o fio. O trabalho da cutícula capilar é manter a boa visibilidade dos cabelos. Por isso, falamos que a melhor forma de saber se as cutículas estão seladas é perceber se as madeixas estão, visivelmente, bem tratadas.

Cabelo com química

Do contrário, ao perceber que os cabelos estão com a aparência opaca e sem vida, é bom trata-los pois, fatalmente, as cutículas estarão abertas e expostas, o que acontece em caso de agressões externas que já citamos.

A Plástica Capilar pode ser entendida, também, como uma cauterização profunda, um processo de revitalização capilar que age de dentro para fora na recuperação dos fios mais danificados.

Com cutículas seladas, as moléculas de água e proteína permanecerão dentro do cabelo, tornando-o mais forte, maleável e macio. Ou seja, cheio de vida!

Ok, mas, como é feito o procedimento?

Como já tratamos até aqui, a Plástica Capilar preenche o fio com queratina ao longo do comprimento, ou seja, da raiz às pontas. Dessa forma, a técnica repõe as proteínas e outros nutrientes perdidos como consequência dos processos químicos e ou do envelhecimento capilar.

Como resultado, nutre e hidrata os fios, evitando os efeitos maléficos do tempo e combate futuros processos oxidantes. No procedimento, são utilizados shampoos, máscaras e demais produtos enriquecidos com os componentes necessários e leva até duas horas até o processo total ser finalizado.

Cabelo com quÍmica

O primeiro passo é a lavagem dos cabelos com shampoo de limpeza profunda. O intuito dessa etapa inicial é remover as impurezas e abrir as escamas, preparando os cabelos para o recebimento dos nutrientes hidratantes tanto do shampoo, quanto da máscara que será aplicada ao longo do procedimento.

É necessária, apenas, a aplicação de uma pequena quantidade de shampoo em todo cabelo, massageando, em movimentos circulares, o couro cabeludo. Repita a operação por mais uma vez.A próxima etapa é aplicar um produto remineralizante para o condicionamento restaurador, a fim de nutrir o bulbo capilar e recuperar a estrutura natural dos fios.

A aplicação do produto deverá se estender à toda a extensão do fio e deverá agir pelo tempo indicado no rótulo por toda a fibra capilar. A terceira etapa, após o enxágue, é aplicar a máscara regeneradora com o objetivo de promover hidratação e devolver a elasticidade natural dos fios. Nessa etapa, o produto deve agir por cerca de dois minutos enquanto os fios são massageados suavemente.

A próxima etapa é o enxágue da máscara para a aplicação de um finalizador que vai proporcionar vitalidade e brilho aos cabelos e não precisa de enxágue. Os cabelos poderão ser, naturalmente, secos, ou, ainda, com a ajuda do secador e chapinha (lembra que a plástica capilar também é considerada como um processo de cauterização?).

Secador de cabelo

A queratina é uma substância termoativa, ou seja, reage ao calor, portanto, a modelar os cabelos com secador ou prancha podem tornar o tratamento ainda mais potente.

Por fim, é aplicado o fluido de silicones com proteção térmica em toda a extensão do cabelo, a fim de defender os fios dos desgastes com secador e chapinha.

A quantidade de aplicações vai depender do estado dos cabelos. Se eles estiverem muito danificados, serão necessárias mais aplicações. Com os cuidados posteriores, é possível prolongar os efeitos do tratamento feito no salão, utilizando produtos reconstrutores e antioxidantes na lavagem e na hidratação rotineiras. Ah, e caso não seja possível deixar de lado o uso do secador e da chapinha, não se esqueça de aplicar o protetor térmico.

Qual a diferença entre a plástica capilar e a hidratação

A hidratação convencional revigora a superfície externa do fio, ou seja, não alcança o córtex capilar que é, justamente, a principal camada do cabelo, que concentra altos níveis de hidrogênio e oxigênio e é responsável pela hidratação interna da fibra.

Quando se fala em recuperação capilar, o córtex consiste em estrutura de extrema importância, pois, é nele que se encontra uma alta concentração de queratina. Em uma hidratação comum, sim, é possível sentir os cabelos mais macios.

Mas, dependendo dos danos, o efeito não perdurará por mais tempo, pois, somente com a hidratação, não será feita o tratamento profundo. Dessa forma, após alguns dias de lavagem, as mechas voltarão a se apresentar opacas, ressecadas e sem vida.

Já a plástica capilar tem a capacidade de preencher os fios com queratina, devolvendo a densidade natural. Por ser mais profunda, tem a capacidade de recuperar o fio como um todo. A reposição não é apenas de queratina, mas, também, de umidade e proteínas importantes para a saúde capilar.

Já na primeira aplicação, os resultados de fios bem tratados são visíveis, com efeito mais duradouro e que se mantém por mais tempo – aproximadamente, três meses.

Essa duração se deve àquela película protetora que mencionamos lá em cima, que preserva a fibra de ações danosas por mais tempo. E, o melhor: a técnica pode ser aplicada em qualquer tipo de cabelo. Além da queratina, outros componentes complementam o potencial da plástica capilar. Conheça-os:

Aminoácidos

Estruturas presentes na queratina que atuam no crescimento, na hidratação, e na beleza dos cabelos. Têm o papel de recuperação no brilho dos fios, além de diminuírem o frizz e as pontas duplas.

Pró-Vitamina B5

Tem o papel de fortalecer a fibra capilar e deixar os fios mais resistentes, além de repor proteínas e lipídios. É altamente recomendada para cabelos fracos e quebradiços.

Óleo de Girassol

Tem a capacidade de ser absorvido com mais rapidez quando comparado a outros óleos. Além disso, hidrata os fios, recuperando a vitalidade das madeixas. Também é ideal para todo tipo de cabelo, e combate o ressecamento e as pontas duplas.

Ômega 3

Ácido graxo que tem papel essencial para a saúde do corpo. Nos cabelos, tem ação antioxidante, além de fortalecer e selar as cutículas, fazendo com que o fio se mantenha hidratado, forte e brilhante por mais tempo.

Ômega 6

Assim como o anterior, é um ácido graxo essencial e tem ação antioxidante que previne o envelhecimento capilar. Além disso, é responsável por incentivar o crescimento celular, que fortalece a fibra capilar. Com isso, reestrutura o fio dos cabelos, evitando que eles fiquem quebradiços.

Argila branca

Esse componente contém oligoelementos, como cobre, zinco, magnésio e potássio, que tem o papel de conferir força e resistência aos fios. Além disso, auxilia na reidratação da fibra capilar e na oxigenação do couro cabeludo, estimulando o crescimento dos fios. Regula a oleosidade e evita a perda de umidade natural.

Queratina

Repetidamente falada aqui, a queratina é uma proteína constituída por, aproximadamente, 15 aminoácidos, sendo a mais importante a cisteína.

A queratina ajuda a formar os cabelos e cria uma película em volta da fibra capilar, tornando-a mais resistente. O elemento é responsável pela reconstrução dos fios, deixando-os mais fortes e hidratados

A plástica capilar muda a textura?

Não, a plástica capilar não muda a textura porque não tem nenhuma química em sua fórmula que possibilite o alisamento. A plástica apenas nutre e reconstrói, sem mudar a textura.

Plástica capilar caseira

Na descrição do processo de plástica capilar, falamos muito da ida ao salão e da consulta a um profissional. Mas, é possível iniciar o tratamento em casa, conforme tratamos a seguir.

Mulher hidratando o cabelo

Ingredientes: shampoo antirresíduo, máscara de tratamento capilar (com colágeno em sua fórmula), queratina líquida, papel alumínio.

Primeiramente, lave seus cabelos com shampoo antirresíduo. Posteriormente, seque os fios com uma toalha e aplique a queratina líquida por todo o cabelo, mecha por mecha.

Logo depois, cubra os cabelos com papel alumínio, deixando por trinta minutos.

Ao retirar o papel, não enxágue os cabelos, pois, por cima da queratina, você deve aplicar a máscara, enluvando mecha por mecha. Cubra com uma touca e deixe agir por 15 minutos.

Passado esse tempo, lave os cabelos para retirar os produtos e finalize com o secador e a chapinha, como se faz na cauterização.

Para ajudar a compreender o processo, veja o vídeo explicativo a seguir:

E aí, pessoal, o que acharam? Gostaram da ideia da plástica capilar? Já testaram? Contem pra gente os resultados!

 

Beijos e até a próxima!

Deixe um comentário

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More