Finalizadores: Para que serve? Qual devo usar?

No post de hoje, trazemos os diferentes tipos de finalizadores e as funções que o produto tem em seus cabelos.

0

Olá, meninas bonitas! Tudo bem com vocês? Estamos sempre aqui, falando de vários produtos, indicando os melhores, etc e tal. Hoje, é o dia dos finalizadores. Os cuidados com os fios vão desde a pré-lavagem até a finalização, passando pelos tratamentos diários, é claro.

Nessa questão de finalização, entram os … finalizadores (claro!). Mais do que isso, as opções lançadas pelo mercado atualmente acabam acumulando outros benefícios, gerando algumas dúvidas sobre qual produto é melhor. Vamos, então, tentar esclarecer isso para vocês, ok?

Óleo reparador de pontas

Óleo reparador de pontas

As pontas duplas são as grandes responsáveis por deixar nossos cabelos com o aspecto espigado e seco que tanto tememos. O óleo reparador atua na recuperação dessas pontas, unindo-as, além de selar as cutículas, o que deixa os fios mais alinhados.

Algumas fórmulas são feitas à base de óleos vegetais, como o de Argan que, de quebra, hidrata os fios. Ou, ainda, podem ser termoativados, o que os faz proteger os cabelos das agressões provocadas pelo secador e pela chapinha. Ok, e qual a diferença entre o óleo reparador e o sérum (já já falamos dele)?

A densidade da fórmula dos óleo, maior do que a apresentada no sérum. Por isso, é recomendada a sua aplicação mais moderada nos cabelos secos ou úmidos.

Defrizante

Defrizante

Esse produto tem, praticamente, a mesma função do protetor térmico: protege os fios contra o calor do secador ao criar uma espécie de camada protetora, facilita a escovação, prolonga o efeito da chapinha, além de proteger  e, como o próprio nome já diz, evita aquele frizz péssimo que, normalmente, aparece depois da secagem.

Mas, ao escolher seu próximo defrizante, opte por uma fórmula mais leve e que não pese os fios, com a maior concentração de vitaminas e silicones possível. Esses fatores os tornam mais eficazes na ação contra o frizz. A forma de aplicação também é similar à do protetor térmico: uma pequena quantidade nos fios limpos e úmidos, espalhando bem ao longo do comprimento dos fios até as pontas.

Protetor térmico

Protetor térmico

Sua função é proteger os fios das altas temperaturas do secador, babyliss e chapinha que, quando entram em contato com os fios, removem a água natural dos cabelos, fazendo com que fiquem ressecados, sem brilho e frizzados. Sabe como você pode perceber que isso acontece? Durante a chapinha, um vapor sobe a partir dos seus fios, que é, justamente, a água (hidratação), literalmente, evaporando do seu cabelo.

É aí que entra a importância do protetor. O produto cria uma camada nos fios, protegendo-os do calor, além de selar as cutículas e hidratar. Fora o fato de que evitam o tão temido frizz que destrói todo o look.

O mercado disponibiliza vários tipos de protetores, sendo os mais comuns aqueles em formatos de spray (indicado para cabelos mais finos) e creme (cabelos mais pesados e grossos). Para aplicar, você precisa estar com os cabelos ainda úmidos, usando uma pequena parte do produto no comprimento e nas pontas. Uma dica para facilitar é separar os cabelos em mechas, o que também evita que grande parte do produto se acumule em uma parte só.

Sérum

Sérum

Sua função é tratar e reparar evitar o aparecimento das pontas duplas e, caso apareçam, tratá-las, além de diminuir o frizz e controlar o volume dos cabelos. Tais benefícios se devem aos componentes hidratantes presentes em sua composição, que ainda deixam os fios macios e brilhantes.

Alguns séruns ajudam na proteção térmica mediante termoativação. A consistência leve e mais fluida do sérum é interessante porque não pesa nos fios. Para aplicar, espalhe algumas gotas na palma da mão, esfregue e espalhe bem pelos cabelos. Se o fios estiverem secos, atuam sobre o frizz; caso estejam úmidos, os protege do calor do secador e da chapinha.

Ativador de cachos

Ativador de cachos

Como o próprio nome já diz, sua função é modelar os cachos, além de ajudar a controlar o volume e o frizz. O ativador também devolve o brilho natural dos cabelos e os deixa bem mais macios. Você deve aplicar o produto nos cabelos lavados, seguindo o creme de pentear, em pequenas quantidades.

Após aplicar, comece a fitagem (técnica de texturização dos cachos). Reforçando: o ativador de cachos não pode ser aplicado sem ser antecedido pelo creme de pentear ou leave-in porque, caso utilizado, pode ressecar seu cabelo.

Leave-in

É um tipo de creme sem enxágue cuja função é ajudar na hora de desembaraçar os fios. Isso porque o produto deixa os cabelos mais brilhantes e hidratados, além de reduzir o frizz e definir melhor as formas do cabelo.

O Leave-in pode ser usado em várias situações: reposição de vitaminas e proteínas, manutenção da cor, protetor contra agressores externos (poeira, mar, sol, piscina e poluição) e protetor térmico. Para aplicar, você precisa estar com os cabelos lavados e úmidos. Passe apenas na extensão dos fios, evitando a raiz para não provocar oleosidade excessiva. Use, também, com moderação, pois, grandes quantidades podem pesar o fios, ok?

Falando em frizz…

Até aqui, falamos demais sobre a questão do frizz e em como o odiamos. O pior é que, por mais que tentemos com hidratação e finalizadores, o danado continua lá. Por que? Bom, segundo especialistas, cabelos recém-nascidos ainda são leves, por isso, nascem espetados.

À medida que vão crescendo, vão adquirindo o peso necessário para ter caimento. Outro fator que pode causar o frizz é o ressecamento.

A questão é que NUNCA vamos parar de ter cabelos frisados. Se temos cabelos cacheados, ressecados ou quimicamente tratados, estamos mais suscetíveis devido à sensibilidade dos fios, mas, meninas de cabelos hidratados também são pegas de surpresa! Portanto, o que podemos fazer é minimizar os efeitos devastadores que esses pestinhas causam no nosso visual. E, claro, trouxemos algumas dicas para ajudar nessa questão 🙂

Produtos antifrizz

É meio óbvio, né, gente, mas, não custa reforçar. Existem produtos no mercado que são voltados, exatamente, para evitar que o frizz apareça. Além disso, acabam trazendo hidratação e alinhamento para os cabelos.

Hidratação semanal

Gente, com frizz ou sem frizz, a hidratação semanal é uma necessidade constante. Mas, cuide de comprar os produtos adequados para o seu tipo de cabelo, justamente para não obter o efeito contrário do que deseja: cabelos pesados ou ressecados.

Entendendo isso, vá em busca dos produtos que causam aquele efeito “desmaia cabelo”, aqueles que, quando você enxágua, já sente os fios com a sensação de derretimento nas mãos.

Umectação

Outro tratamento que não pode ser deixado de lado. Feito a base de óleos vegetais, alinha, dá peso e reduz o frizz dos cabelos, além de ajudar no crescimento saudável dos fios.

São várias as opções de óleo vegetal, como óleo de coco, argan, aloe vera, abacate, semente de uva, semente de girassol, dentre outros. O ideal é fazer a umectação a cada 15 ou 20 dias.

Evite altas temperaturas

Temperaturas altas abrem as cutículas capilares, provocando o ressecamento pela perda da umidade natural e, automaticamente, o frizz. Por isso, ao lavar os cabelos, procure fazê-lo com água fria ou, no máximo, morna. E, ao secar o cabelos com secador e usar a chapinha e babyliss, aplique um protetor térmico.

Co-Wash

Co-Wash

É a técnica de lavar os cabelos apenas com o condicionador, dispensando o uso do shampoo com sulfato (que resseca e provoca o frizz), muito indicada para cabelos ressecados, mistos, cacheados e quimicamente tratados.

Para fazê-lo, você deve usar os produtos adequados para, em vez de limpar, não obstruir os poros. O cabelo fica limpo, hidratado, sem o risco de ficar com o aspecto engordurado.

Escova de dente + água termal

Essa dica é ótima! Com uma escova de dentes (limpa, gente, por favor), aplique finalizador em spray ou água termal nos fios. Depois, escove os fios arrepiados. O efeito é instantâneo: cabelo mais hidratado e com menos frizz.

E agora, alguns vídeos para complementar nossas dicas!

Fixadores e protetores liberados para Low Poo e No Poo:

Como acabar com o frizz:

E vocês, meninas? Têm algum truque especial para acabar com o frizz? Ou, usam algum produto finalizador de que goste? Escreva pra gente! Vamos adorar trocar essas experiências!

Um beijo enorme e até a próxima!

Finalizadores: Para que serve? Qual devo usar?
Avalie este artigo

você pode gostar também