Cabelos e as estações do ano

Dicas sobre quedas dos fios em determinadas estações e em suas transições, além de como cuidar dos cabelos o ano inteiro.

0

As estações do ano vão e vêm, nos deixando com a dúvida sobre como tratar melhor dos nossos cabelos em cada uma.

Além disso, há aqueles comentários sobre “cabelos ficam mais ressecados no verão? Caem mais no inverno?”. Para acabar, de vez, com essas dúvidas, trataremos sobre as estações e os cuidados com os fios em cada uma delas. Vamos lá?

Verão

Além dos cuidados com a pele e a dieta, os cabelos exigem atenção especial durante a estação mais quente do ano. Assim como no outono e inverno, notamos maior volume de queda dos fios no verão. Vejamos porque isso ocorre e como cuidar.

Antes de mais nada, é necessário esclarecer que, independente da estação, os cabelos passam por um período chamado “queda estacional”. Esta é a alteração do ciclo sofrido por eles com a chegada das estações climáticas, sendo mais evidente o início da primavera e outono.

No verão, com a exposição mais acentuada ao calor e raios UVA, ocorre a alteração do clico vital dos cabelos, aumentando a produção do hormônio responsável pelo crescimento dos fios.

Mulher loira praia

Assim, nascem mais cabelos, porém, a queda é proporcional: para nascerem mais fios, outros morrem. Ademais, quanto maior o calor, maior a ação das glândulas sebáceas, provocando oleosidade e queda dos fios.

Por isso, é essencial seguir alguns cuidados para reduzir esse efeito e acabar o verão com cabelos mais bonitos e saudáveis.

O primeiro cuidado é com a lavagem frequente, preferencialmente pela manhã, usando shampoos neutros e água quase fria. Evite usar condicionadores e cremes próximos à raiz, evitando o aumento da oleosidade devido ao entupimento dos folículos.

Porém, mais do que nunca, abuse da hidratação, principalmente se for à praias ou clubes: o sal marinho e o cloro são inimigos potentes dos cabelos. Recorra a shampoos anti-resíduos, 1x na semana, para minimizar os seus efeitos.

Falando nisso, tente montar um kit verão, com produtos específicos para esse período: shampoo, condicionador, máscara e leave-in, respeitando o seu tipo de cabelo. Leave-ins são ótimos porque formam uma película protetora nos fios, diminuindo a ação dos agentes agressores, como sol, vento, cloro e sal.

Proteção é tudo e, além de produtos, também podem vir com o uso de acessórios e penteados. Use tiaras, headbands, presilhas, grampos, dentre outros.

Com eles, você pode prender seus cabelos (sem apertá-los ou torcê-los), protegendo-os do vento, sol, sal e areia. Mantenha, também, uma boa alimentação, rica em nutrientes, além de tomar bastante água.

Mulher bebendo água

Quem tem cabelos coloridos deve redobrar os cuidados. Loiras precisam ter cautela com o cloro, que deixa os fios verdes, ressecados e opacos.

As manas que têm cabelos coloridos com outras cores também precisam se resguardar, portanto, usem chapéus, bonés ou qualquer outro acessório que proteja os fios.

E, já que estamos na estação mais quente do ano, que tal deixar de lado o secador e a chapinha, permitindo que seus cabelos sequem naturalmente? Assim, você vai protegê-los de mais agressões, evitando o ressecamento.

Outra dica é, estando na praia ou piscina, enxaguar seus cabelos com água limpa, seja por duchas ou uma garrafinha de água mineral.

Outono

Assim como no inverno, os fios tendem a maior queda durante o outono. Isso acontece porque os sensores de luz localizados na pele recebem, nesse período, menor luminosidade, diminuindo o processo de divisão celular.

Ou seja, menos fios são gerados e a raiz enfraquece, desacelerando o crescimento e aumentando a queda.
Outro fator é o que acontece, também, no inverno. Com o clima mais frio, as lavagens são reduzidas e, quando ocorrem, são feitas com água mais quente.

Cabelo no outono

O resultado são cabelos ressecados e raízes oleosas, provocando a queda por obstrução do bulbo capilar. Todos esses fatores são agravados pelas agressões sofridas na estação anterior, o verão. E aí, o que fazer?.

Primeiramente, mantenha a frequência de lavagens por 2x ou 3x na semana, em temperatura morna (ou fria, se aguentar rsrsrsrs).

Procure expor seus fios ao Sol (claro, protegendo-os porque, Sol é Sol, independente da estação do ano), o que vai fortalecê-los. Se for usar o secador, não se esqueça dos protetores termo ativos, que protegem e hidratam os fios.

SEMPRE busque produtos que respeitem o seu tipo de cabelo. E, ao contrario do verão, o outono dispensa o uso excessivo de bonés e chapéus, pois, causam o abafamento do couro cabeludo, além de impedirem o acesso à luminosidade.

Para finalizar, JAMAIS durma de cabelos úmidos ou molhados. O hábito promove a proliferação de fungos, fortes causadores de doenças e quedas.

Inverno

A maior preocupação, nessa estação, é relacionada à queda dos cabelos que, aparentemente, é mais expressiva. E por que isso ocorre?.

Segundo especialistas, durante o inverno, os dias ficam mais curtos e menos ensolarados o que, consequentemente, abaixa a temperatura. Como reação, os folículos capilares se contraem, interrompendo o crescimento e influenciando na perda dos fios.

Ou seja, além de cair, nossos cabelos param de crescer! A temperatura também é um fator importante: cabelos lavados demoram mais tempo para secar por completo, sem o auxílio do secador.

Cabelo no inverno

Além disso, alguns hábitos errados que adotamos facilitam o aumento da queda. Já notou que, quando está frio, bate aquele pavor do banho e, maior ainda, de lavar os cabelos? Pois bem, isso é fatal para os fios.

Ao deixarmos os cabelos sujos, aumenta a oleosidade e, como consequência, a proliferação de fungos, causando seborreia e queda, mesmo nos cabelos secos.

Outro costume complicado é o da temperatura da água. Lógico que, quando está frio, ninguém merece tomar banho gelado, certo? O problema é que exageramos o que, literalmente, arrebenta com nossa pele e cabelos! Água muito quente estimula a produção de sebo pelas glândulas sebáceas, favorecendo a oleosidade na raiz, a queda e ressecamento dos fios.

Uma boa dica é medir a temperatura do chuveiro pelo espelho: se ele estiver embaçado, é porque a água está muito quente. Portanto, prefira tomar banhos mais mornos e, se possível, não muito tarde (quanto mais próximo da madrugada, mais fria a temperatura). Ao secar os cabelos, não deixe o secador muito próximo à raiz, sem deixar de usar o protetor térmico.

Não deixe de hidratar os fios, mesmo que o faça somente aos fins de semana. Para não ficar com os cabelos molhados por muito tempo, procure máscaras de ação rápida ou troque o condicionador por uma hidratante.

Além disso, durante as lavagens, massageie o couro cabeludo, ativando a circulação sanguínea e oxigenação dos folículos capilares, promovendo o crescimento.

Primavera

Sim, a estação é linda, florida, mas, não é inofensiva e exige cuidados para chegar ao fim com os cabelos tão bonitos como sempre.Por anteceder o verão, são necessários alguns cuidados que preparem os fios para a próxima estação. O primeiro deles é aparar as pontas, permitindo que os cabelos se fortaleçam.

Na primavera, a temperatura começa a subir, por isso, proteja os fios do sol, além de hidrata-los com frequência, usando e abusando de máscaras e protetores.

Como em qualquer estação, a primavera requer lavagem frequente, com o uso dos produtos e temperatura da água adequados. Para secar, prefira ao natural, mas, se não puder evitar, use secadores e chapinhas em temperaturas amenas, após a aplicação de protetores termo ativos e mantendo a distância mínima entre o couro cabeludo e o equipamento.

Cabelo na primavera

Com as temperaturas mais altas, o couro cabeludo tende a transpirar mais, o que provoca a oleosidade, ou seja, lá vem a tão indesejada queda capilar.

O ideal é seguir os cuidados indicados para o verão, além de cuidar do organismo através de pílulas vitamínicas (principalmente do complexo B e ômega 3) e alimentação equilibrada.

Falando nisso, a hidratação é essencial, mas, não vem somente de fora, com cremes, máscaras hidratantes e receitas caseiras naturais. Tomar bastante água faz bem para a sua saúde e, também, para seus cabelos. Então, a premissa do mínimo de dois ou três litros de água por dia é mais do que válida.

Quem tem cabelos quimicamente tratados ou tingidos devem redobrar os cuidados. Agentes como cloro, sal, areia e vento potencializam os danos aos fios, portanto, requerem maior proteção. Use shampoos anti-fungos e anti-resíduos (1x por semana), além de prendê-los, evitando o contato com água marinha ou de piscina.

Para ilustrar alguns dos cuidados tratados até aqui, trazemos alguns vídeos que esperamos ajudar, ainda mais, a passar por todas as estações com os cabelos maravilhosos:

Como cuidar dos cabelos no verão:

Cabelos no inverno – Como hidratar?:

Como cuidar dos cabelos no outono:

Dicas para cuidar dos cabelos na primavera:

É isso aí, meninas! Esperamos que tenham gostado das dicas que valem para o ano todo! Afinal, queremos brilhar em todas as estações! Até mais!!!

você pode gostar também
Deixe um comentário

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More