Queda de cabelo x Quebra de cabelo: Quais as diferenças?

Você sabe diferença entre a queda e quebra do cabelo? Venha comigo que te explico tudo sobre esses vilões "cabelísticos".

0

Como saber se seu cabelo está caindo ou está quebrando? Para saber isso, o que você pode fazer é puxar alguns fios de forma leve, e verificar se eles caem com uma espécie de “massinha” branca na ponta. Se isso acontecer, é porque o seu cabelo está caindo e não quebrando.

Queda

A queda de cabelo se dá por inúmeros motivos, envolvendo também questões hormonais e emocionais. O comum é que em uma pessoa com média 70 mil fios de cabelo caiam cerca de 100 fios por dia. Mas quando essa queda se torna um pouco maior, sendo uma quantidade considerável, é importante buscar um especialista para descobrir a causa e assim iniciar um tratamento especifico.

A calvície nas mulheres, por exemplo, geralmente não se espalha por todo o couro do cabelo, atingindo somente a região da frente e as laterais dele.
Há também casos em que a disfunção hormonal, por problemas relacionados à tireoide e hipófise, doenças crônicas, estresse emocional, e até dietas alimentares também podem contribuir para queda do cabelo.

Outro motivo para queda é a Alopecia Androgenética, pois esse problema deixa os fios mais escassos, especialmente os fios próximos a divisão central do cabelo. Geralmente, acontece próximo a fase da menopausa. Contudo, pode ser tratada com reposição hormonal.

Mais um distúrbio que causa a queda é Eflúvio Telógeno Agudo. Nele, os fios que cresciam muito entram na fase telógena, que é a fase de repouso. Diversos fatores fazem com que surja esse distúrbio. Alguns são interrupção do uso de pílulas anticoncepcionais, algumas infecções ou pós-parto, além de traumas físicos e emocionais e deficiências nutricionais como proteínas, ferro e zinco.

Quebra de cabelo

Uma forma de perceber a quebra é passando a mão pelo couro do cabelo, e perceber se há“toquinhos” dos fios, pois eles não caem pela raiz. No caso, algo o deixa enfraquecido, o que ocasiona a quebra. Produtos químicos, cloro de piscina, excesso de sol e mudanças bruscas de temperaturas podem fazer com que os fios quebrem. Alisamento, tintura e relaxamento, além de doenças consumptivas, também podem ocasionar a quebra.

O recomendado é evitar, ou suspender o uso do que causou o problema, e buscar por produtos antiquebra. Além disso, ingerir alimentos naturais e evitar frituras também é indicado.

Hidratações semanais ou quinzenais são de fundamental importância para cabelos danificados. Essa hidratação pode ser feita em casa mesmo, com bons produtos. Notando diferenças no cabelo, procure por um especialista, que encontrará a causa do problema e lhe oferecerá as melhores soluções.

Você pode gostar
você pode gostar também