Ondulados sem segredos

Tudo o que você precisa saber sobre esse tipo super especial de cabelos, como sua diferença dos cacheados, tipos de onda e como defini-las

0

Olá, leitoras amadas!!! Tudo bem com vocês? Sempre falamos por aqui sobre vários tipos de cabelo, como cuidar de cada um, e por aí vai. Hoje é o dia dos cabelos ondulados.

Sim, esse tipo que é, por vezes, incompreendido e mal cuidado, fazendo com que, muitas vezes, acabe alisado. Por isso, vamos te ajudar a conhecer melhor sua estrutura e necessidades para que saiba cuidar bem dos seus fios!

Primeiramente: qual a diferença entre cabelos cacheados e ondulados?

Não, cabelos ondulados e cacheados não são a mesma coisa. A principal diferença entre os dois tipos está na forma dos fios e onde começam a ficar naquela forma em espiral.

Nos cabelos enrolados, as curvas já começam a partir da raiz e são mais fechadas; já nos ondulados, os cachos são mais abertos e começam no comprimento, de forma que a raiz ou a área próxima ao couro cabeludo fique mais lisa e sem volume.

Todos os ondulados são iguais?

Não, não são! Há variações nas ondas e entender isso vai proporcionar mais saúde aos seus cabelos. Ao todo, são três tipos de ondas, cada uma com uma nomenclatura diferente.

  • 2A: tem as formas menos definidas e lembram a estilização com efeito beach waves. Nela, a raiz é lisa com leves ondulações no comprimento, com pouco volume e formas mais abertas.
  • 2B: nesse tipo, as ondulações já são notadas com maior marcação, mas, ainda com raiz lisa e sem volume.
  • 2C: aqui, as ondas começam a aparecer desde a raiz e menos espaçadas. É o tipo mais próximo do primeiro grau de cabelo cacheado. Assim, apresenta ondas mais definidas, além de maior volume.

Como estilizar minhas ondas?

Esse cabelo é muito versátil e pode ser facilmente estilizado. Para distribuir melhor o volume e definir as ondas, prefira cortes em camadas, que podem ser mais leves ou destacadas, respeitando seu estilo.

Cabelo ondulado ruivo

Cortes retos deixam os cabelos mais cheios, por isso, tenha sempre em mente que, quanto mais camadas, mais definidas ficam as ondas.

Só não corte enquanto estiver molhado. As ondas fazem com que, ao se secarem, o comprimento mude, então, para saber o tamanho real que o cabelo vai ficar, corte-o seco.

Além disso, é interessante adotar o uso de produtos específicos para esse tipo de cabelo, o que inclui aqueles que contenham óleo em suas fórmulas.

Esse ativo tem a capacidade de lubrificar e devolver a maciez dos fios, além de evitar o frizz ao proteger os cabelos da umidade. Shampoos sem sulfato de sódio também são excelentes por não agredirem os fios, o que acontece com os produtos do tipo tradicional.

A hidratação é muito importante, pois, a textura em espiral ou ondas dificulta a distribuição da oleosidade natural pelos fios. Por isso, aposte na organização do seu cronograma capilar, intercalando hidratação com reconstrução e nutrição. E não se esqueça do querido leave-in! Além de potencializar a hidratação, esse produto sela a cutícula capilar, reduzindo o volume e deixando os fios mais macios e definidos.

Veja também:  Os Poderes Do Leave-In Para Os Cabelos

Pentear os cabelos depois de secos também tira as ondas, portanto, o faça enquanto ainda estiverem molhados, aproveitando para modelar as mechas. Quanto ao tipo de pente, prefira aqueles com dentes mais largos ou, até mesmo, os próprios dedos para modelar.

Cabelo cacheado loiro

Até a próxima lavagem, vá adotando o uso dos cremes de pentear, amassando as mechas para manter a definição.

Sem dispensar o uso do protetor térmico, se possível, potencialize as ondas com a ajuda do babyliss.

Outra dica é dispensar produtos contendo álcool em sua fórmula. Alta concentração desse composto resseca os fios ao sugar sua umidade. Exemplos: laquê e mousse. Por isso, só use quando for estritamente necessário.

Outra coisa para evitar é passar as mãos no cabelo o tempo todo. O ato provoca atrito, além de passar oleosidade e sujeira para as madeixas. Por falar em atrito, prefira travesseiros com fronhas de cetim ou seda. Esse material reduz a fricção, ao contrário das feitas de algodão, que absorvem a umidade do cabelo.

Dicas de hidratações caseiras para cabelos ondulados

Além dos produtos profissionais, obviamente, não deixaríamos de indicar nossas famosas receitinhas caseiras, certo? Então, lá vão algumas dicas super fáceis de fazer!

  1. Hidratação de chocolate

Ingredientes: uma colher (sopa) de máscara hidratante, duas colheres (sopa) de achocolatado em pó, meia tampa de Bepantol, meia colher (sopa) de óleo de coco
Em um recipiente, misture todos os ingredientes e deixe descansar pelo período de meia hora. Passado esse tempo, aplique normalmente nos cabelos, deixando no tempo indicado na embalagem da máscara.

  1. Hidratação e nutrição dom abacate

Ingredientes: ¼ de um abacate, uma colher de mel, a mesma quantidade de óleo de coco, e a mesma quantidade de máscara hidratante
Amasse bem o abacate e misture com o restante dos ingredientes. Aplique nos cabelos, deixando no tempo indicado na embalagem da máscara.

  1. Hidratação com banana

Ingredientes: uma banana, uma colher de mel, a mesma quantidade de máscara hidratante, ½ colher de óleo de coco
Amasse bem a banana para misturar ao restante dos ingredientes. Aplique nos cabelos, deixando no tempo indicado na embalagem da máscara.

Para todas as receitas, aplicar os produtos nos cabelos lavados, úmidos, com excesso de água retirado com uma toalha. Após o tempo de ação das receitas nos cabelos (que, normalmente, é de meia hora), você pode condicionar e finalizar como preferir.

Veja também: Hidratação Caseira Das Celebridades

E aí, meninas, gostaram das dicas? Acham que vão ajudar a cuidar dos seus cabelos ondulados? E quanto às receitas, super fáceis e baratinhas? Amazing, não é mesmo?
Então, assim que testarem, voltem aqui para contar pra gente, ok?

Beijos e até a próxima!

Ondulados sem segredos
5 (100%) 1 vote

você pode gostar também