Óleos vegetais: formas de uso

Um guia rápido sobre diferentes formas de uso dos óleos vegetais capilares, além de indicações específicas para as loiras.

0

Oie, meninas lindas! Tudo bem com vocês? Quem acompanha nossos posts já leu, com bastante frequência, nossas dicas e informações sobre o uso de óleos vegetais capilares.

E não é para menos! O produto é muito indicado por devolver umidade e nutrientes aos fios por penetrar, com facilidade, levando hidratação e nutrição. Mas, neste guia, vamos trazer dicas específicas sobre diferentes formas de utilização, incluindo para cabelos loiros.

Pré-Shampoo

O objetivo da técnica do pré-shampoo é proteger os fios da ação de limpeza profunda do shampoo e um excelente produto para este fim é o óleo vegetal. Ele vai formar uma capa protetora contra o shampoo, além de potencializar a nutrição, o que é ótimo para quem está com os cabelos ressecados. Basta aplicá-lo nos cabelos ainda secos, do comprimento até as pontas, deixando agir por até 20 minutos. Em seguida, lave normalmente.

Potencializar máscaras e leave-in

Sim, é possível potencializar ambos. Basta adicionar algumas gotinhas do óleo em cada uma, incrementando e prolongando seu efeito e, no caso do leave-in (ou creme de pentear), disfarçar o frizz.

Proteção

Já reparou que, pela manhã, seus cabelos “acordam” com um aspecto mais rebelde e com as pontas mais eriçadas? Isso é fácil de resolver com o óleo vegetal. À noite, antes de dormir, espalhe uma pequena quantidade pelos cabelos.
Técnica UCPE

Faça um coque mais frouxo no alto da cabeça e prenda com um laço, de preferência, feito com tecidos que não danifiquem os fios, como cetim e seda. No dia seguinte, os fios amanhecerão com aspecto melhor e pontas protegidas.

Outra dica é optar por fronhas, também de materiais mais finos, como cetim. Esse material evita o atrito entre o cabelo e o tecido, além de dar um brilho extra aos fios.

A proteção se estende ao período de coloração. Com o cabelo ainda seco, antes da tintura, aplique um pouco do óleo nos fios. Algumas gotinhas vão proteger da ação agressiva da tintura sem, no entanto, afetar no resultado final da cor.

Umectação

Velha conhecida das meninas, a umectação é feita com óleos vegetais e se destina a todos os tipos de cabelo. Trata-se de um “banho” com o objetivo de repor os lipídios e a gordura natural dos cabelos, permitindo que os fios fiquem alinhados e saudáveis. Existem duas formas de umectação: a tradicional e a inversa.

Na tradicional, você aplica o óleo nos fios secos, em mechas, do comprimento à raiz, deixando agir por cerca de 20 a 30 minutos antes de lavar com o shampoo transparente para remover o excesso de óleo.

Já na umectação inversa, o cabelo precisa estar úmido para a aplicação envolvendo o óleo vegetal e uma máscara hidratante ou nutritiva. A lavagem, neste caso, é feita com shampoo hidratante.

Estimular o crescimento

Para estimular o crescimento dos fios, é interessante aplicar o óleo vegetal, massageando o couro cabeludo. Essa técnica ativa a circulação sanguínea, auxiliando o crescimento e ajudando no combate à queda. Essa massagem deve durar de cinco a dez minutos para obter o resultado desejado, seguida da lavagem e finalização normal.

Leite de pentear

É uma dica excelente para quem tem cabelos crespos e cacheados para finalização e manutenção diária, pois, ativa os cachos, deixando-os nutridos, hidratados e sem frizz. A receita é fácil e você vai precisar da quantidade equivalente à cinco moedas do leave-in, 300ml de água e duas gotas de óleo vegetal misturados em um borrifador. Agite e aplique nos cabelos.

Controle da oleosidade

Óleo vegetal contra a oleosidade? Sim! Devido às suas propriedades antimicóticas e antimicrobianas, o óleo vegetal age no combate à caspa, além de controlar a oleosidade pela redução da produção de sebo pelo couro cabeludo.

Aplicar o produto nessa região diminui a irritação da pele e a descamação porque reduzir, também, a coceira. Para este fim, os mais indicados são os de alecrim, rícino, coco e sementes de uva ou maracujá. O procedimento de aplicação segue o convencional, exigindo a massagem circular no couro cabeludo.

Umectação para cabelos loiros

Três tipos de óleo vegetal são mais indicados para cabelos claros, conforme veremos a seguir.

  1. Óleo de coco

É indicado para todos os tipos e tons de cabelo, trazendo vitalidade e elasticidade, desde que usado na forma 100% vegetal. Este produto traz cabelos alinhados, macios, encorpados e sedosos, além de, como os demais óleos, atuar no combate à queda e caspa. Por ser transparente, não amarela os fios loiros.

  1. Óleo de camomila

A camomila já é usada para cabelos loiros em produtos estéticos e, no caso do óleo, intensifica e ilumina a cor. Suas propriedades hidratantes selam os fios, criando uma camada que impede a evaporação da água natural, mantendo os cabelos hidratados e alinhados. É de fácil absorção pela cutícula, mas, também exige fórmula 100% vegetal.

  1. Óleo de limão

Fortalece e auxilia no crescimento dos fios, agindo como eficiente tônico capilar. Benéfico para o couro cabeludo, o óleo de limão controla a oleosidade e a caspa, trazendo mais brilho aos cabelos. Assim como a camomila, intensifica a tonalidade dos loiros, mas, novamente, precisa ter formulação 100% vegetal.

Meninas, então, é isso! Nunca é demais reforçar as propriedades de produtos tão bons quanto o óleo vegetal capilar! E vocês, como o utilizam? Qual seu preferido? Contem para nós!

Beijos e até a próxima!

Óleos vegetais: formas de uso
Avalie este artigo

você pode gostar também