Entenda o que são e quais diferenças entre os métodos low poo e no poo

Técnicas low e no poo dispensam uso de alguns ingredientes na composição de xampu, se tornando próprio e liberados para adeptos.

0

O mundo dos cosméticos tem expandido a cada dia, especialmente no segmento de produtos para cabelos. Inclusive, os métodos low e noo poo popularizaram entre as cacheadas e crespas.  Porém, ainda há quem não compreenda o que é e  quais as diferenças entre ambas as técnicas.

Ao ir no mercado ou drogaria comprar algum item para os seus cabelos, já é possível ver a identificação no rótulo da embalagem. Contudo, algumas pessoas acreditam não ter muita diferença para os seus fios.

Mas para te ajudar a fazer melhor escolha, explicaremos melhor sobre o significado dos dois métodos.

O que são as técnicas low e noo poo?

A terapeuta capilar, Paula Breder, esclarece que o low poo é um método em que os cabelos são lavados com produtos que não possuam lauril éter sulfato de sódio (sulfactante),  o popular “sulfato”.

“Quando esse ativo é utilizado, ele limpa o cabelo, mas retira a carga lipídica – de gordura – que atua como uma proteção própria dos fios. Essa carga lipídica serve para a proteção natural contra agentes externos e contra a força exercida sobre os fios durante o ato de pentear”, destaca a especialista, em entrevista ao portal A Gazeta.

Segundo Paula, o low poo é recomendado para qualquer tipo de cabelo e aqueles que seguem a técnica apresentam bons efeitos. “O cabelo crespo sente mais quando recebe algum produto nocivo, seja uma química ou ativo cosmético, por isso o reforço da técnica para este tipo de cabelo”, frisa.

Embora o método low poo não possua sulfato, ele ainda dispõe de alguns sulfactantes, ainda assim são mais amenos e não agridem e nem eliminam a proteção natural do cabelo. “Enquanto o no poo não tem nenhum tipo de sulfactante, é uma limpeza à base de cremes. Porém, essa técnica é menos aplicável em um clima como o nosso, em que transpiramos. Além disso, o couro cabeludo também tem bactérias, então ele precisa de uma higienização mais profunda”, acrescenta a terapeuta.

Como localizar os produtos low e no poo?

Produtos no e low poo

A hairstylist e especialista em cachos do Tina Curly Hair, Rafaela Sá, destaca que “é importante checar os nomes dos compostos químicos que estão na composição do produto, principalmente os sulfatos, silicones e petrolatos”, disse ao portal A Gazeta.

Assim como os nomes induzem, low poo significa “pouco xampu” e no poo “sem xampu”.  No entanto, não quer dizer que não se pode usar xampu. “Os xampus low poo garantem uma limpeza suave e fazem pouca espuma. Já o no poo, garante uma limpeza condicionante e não fazem espuma”, diz Rafaela.

Além disso, a especialista frisa que mesmo que muitos produtos se declarem como “liberados” ou “próprios para cacheadas”, é necessário consultar os compostos. “Para isso é importante checar os nomes dos compostos químicos que estão na composição do produto, principalmente os sulfatos, silicones e petrolatos. Dentre eles, o Sodium Laureth Sulfate, que é o maior vilão dos xampus”, recomenda.

Outras composições que devem ser verificados no rótulo é a ausência de grande parte dos “compostos proibidos”. São eles o Mineral Oil (óleo mineral), Parafinum Liquid (parafina líquida), Petrolatum (petrolato) e Sodium Laureth Sulfate (sulfato).

Também é necessário manter a rotina de cuidados e escolher o produto mais adequado ao seu tipo de cabelo.

Veja também: Transição capilar no verão: dicas de cuidados com os cabelos em dias mais quentes

Você pode gostar
você pode gostar também

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More