Como evitar a queda Capilar

Descubra como prevenir a queda de cabelo com uma série de sugestões de cuidados diários que preparamos para você.

0

De acordo com dados da Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar, a queda capilar afeta cerca de 25% das mulheres entre 35 e 40 anos no Brasil. Também conhecida como alopecia feminina, essa condição pode ser prevenida com a tomada de alguns cuidados no nosso dia a dia.

As razões para a queda excessiva dos fios são inúmeras: estresse, genética, problemas hormonais, uso de certos medicamentos, anemia, deficiência de nutrientes no organismo, má alimentação, distúrbios na glândula tireoide, entre diversos outros.

É importante se lembrar de que se você já enfrenta esse problema, o primeiro passo é procurar um dermatologista para descobrir a causa da sua queda de cabelo e iniciar seu tratamento. Mas se você quer prevenir e evitar esse mal, fique de olho nas dicas que separamos a seguir.

Cuidados com o corpo

Alimentos para crescer cabelo capa

É indispensável praticar uma dieta equilibrada, rica em nutrientes e vitaminas e com poucas frituras e doces. Dessa maneira, você garante que seu organismo vai absorver as substâncias necessárias para manter um cabelo saudável e bonito.

Alguns alimentos que diminuem a chance de queda mais recomendados são: frutas, verduras, carnes magras, legumes, castanhas e grãos integrais.

Outra dica é estar em dia com a prática de exercícios físicos. Além de deixar o corpo e a mente mais saudáveis, eles aumentam a oxigenação (inclusive do couro cabeludo) e liberam endorfina, uma substância que diminui o estresse, que é uma das principais causas da queda capilar.

Também evite ao máximo fumar ou ingerir álcool com frequência. O fumo provoca a diminuição da circulação sanguínea, inclusive no couro cabeludo. Já o álcool estimula a formação de moléculas que podem provocar processos inflamatórios no couro cabeludo.

Se livre da ansiedade e do estresse

O estresse e a ansiedade são dois problemas interligados que atingem grande parte da população moderna e contribuem com a queda dos fios. Em geral, a queda causada pelo estresse costuma se concentrar em uma só área da cabeça.

Para se livrar dessas doenças, comece com uma mudança de hábitos: aposte em exercícios físicos regulares e reserve um tempo para si mesma. Caso o problema não seja resolvido, busque ajuda médica profissional para aprender a controlar a ansiedade e tratar o estresse.

Fique atenta à anemia e distúrbios na tireoide

Distúrbio da tireoide

Se além da queda de cabelo você notar alguma mudança em seu corpo como fraqueza constante e sono excessivo, procure um médico e sugira que ele peça exames de sangue, pois pode ser que você esteja com anemia ou distúrbios na tireoide.

Enquanto a primeira é causada pela falta de ferro no organismo, a segunda é resultado da diminuição ou aumento na produção de hormônios pela glândula tireoide.

A anemia pode ser contornada com o tratamento correto, enquanto o hipo ou hipertireoidismo podem ser controlados com o uso contínuo de medicação adequada.

Trate bem seu cabelo

Não se esqueça de manter em dia a lavagem do cabelo e deixar o couro cabeludo sempre limpo, pois o excesso de sujeira e oleosidade na raiz podem provocar a queda dos fios. A hora de lavar também é um bom momento para ficar de olho se a quantidade de cabelo que está caindo se encontra dentro do normal (100 fios por dia).

Meu cabelo ficou oleoso depois do alisamento é normal?

Quando for pentear, tenha cuidado para escolher a escova certa para seu tipo de cabelo. Também é indispensável cuidar da higiene do acessório, mantendo-o sempre limpo e livre de sujeiras que se acumulam com o tempo.

Como desembaraçar o cabelo: escolha a cerda e o tamanho ideal da escova ou pente indicado para seu tipo de cabelo. Com o cabelo úmido após a lavagem, desembarace o os fios, mecha por mecha, das pontas em direção à raiz. Mesmo se estiver com pressa, não puxe ou arrebente os nós, pois isso provoca a quebra e a queda do cabelo.

Dicas adicionais

Depois da lavagem, deixe que o cabelo seque naturalmente sempre que possível. Também não prenda os fios quando eles ainda estiverem molhados, pois essa ação pode provocar o surgimento de caspa e outros fungos no couro cabeludo. A chapinha também deve ser usada apenas com o cabelo bem seco.

Se perceber que está com caspa, busque produtos específicos para tratar a mesma. Em geral, os problemas que causam a queda podem ser prevenidos e até evitados com hábitos saudáveis, cuidados básicos com o cabelo e muita atenção às mudanças do seu corpo.

Você pode gostar
você pode gostar também

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More