Qual a importância do pH nos produtos para cabelos?

Neste post, traremos informações sobre a importância de conhecer o índice do pH presente nos produtos utilizados para tratamento e limpeza capilares.

0

Em vários posts, você lê, aqui no blog, sobre o tal do pH: ah, que produtos alcalinos ressecam o cabelo, que precisam ter o pH mais ácido, bla, bla bla… Mas, enfim, como é que isso funciona e qual a importância de observar o índice de pH nos produtos que usamos em nossos fios?

Primeiramente, o que é o pH? A sigla significa potencial hidrogeniônico e indica a concentração de íons de Hidrogênio no meio. Ou seja, o pH indica a acidez, a neutralidade ou a alcalinidade de um meio.
A escala de medição deste índice vai de 0 a 14, conforme a tabela abaixo. Veja:

Tabela de PH
Analisando a tabela, inferimos que:

  •  é ácida a substância que apresentar índice de 0 a 6,9
  • é neutra a substância com pH igual a 7,0
  • é alcalina a substância com pH entre 7,1 e 14

Cada região do nosso corpo possui um pH diferente em razão das distintas composições químicas e biológicas. Nos cabelos infantis, o pH gira em torno de 7,0 enquanto nos adultos, fica entre 4,5 e 5,5. E que efeito isso tem nos fios? Nossos cabelos possuem cutículas capilares que, seladas, seguram a hidratação dos fios.

A alcalinidade faz com que estas cutículas se abram, perdendo a hidratação e demais nutrientes, ficando opaco, seco, armado e sem brilho. Já o pH ácido sela estas cutículas, retendo hidratação e nutrientes. Cabelos com cutículas fechadas são nutridos, fortes, saudáveis e brilhosos.

PH dos cabelos

O pH dos produtos

  1. Shampoos

Se o pH dos nossos cabelos é de até 5,5, o ideal é que os produtos que utilizamos neles seja de até 6,0, evitando que as cutículas sejam danificadas. Mas, há diferença de acidez entre os tipos de shampoos existentes.

Shampoo caseiro

Os anti-resíduos possuem pH mais elevado, em torno de 8, isso porque a função desse tipo de cosmético é, exatamente, abrir as cutículas para promover a limpeza profunda ou procedimentos que precisem dessa abertura.

Normalmente, o uso deles vem antes de reconstruções ou hidratação. É recomendável usar os anti-resíduos a cada 15 ou 30 dias.

Os demais possuem pH entre 5,0 e 6,5 e não agridem os fios. Mas, note que, mesmo com pH neste nível, alguns shampoos não têm princípios hidratantes.

Por outro lado, outros alcalinos deixam os cabelos macios justamente por ter componentes hidratantes em sua composição. Isso porque, na lavagem, as cutículas se abrem levemente, facilitando que a hidratação penetre.

  1. Máscaras e condicionadores

O pH destes produtos precisa ser entre 3,5 e 4,5 pois, sua função é fechar as cutículas que, durante a lavagem, foram abertas pelo shampoo.

Mas, atente-se à composição destas máscaras, analisando se há a presença de princípios ativos hidratantes. Assim como nos shampoos, de nada adianta o nível correto de pH sem poderes de hidratação.

  1. Uso do vinagre como selante das cutículas capilares

Há formas de repor a acidez dos cabelos através do uso do vinagre de maçã. O produto ajuda a equilibrar o pH dos fios, já que tem índice de 2,5. Usado após procedimentos químicos mais agressivos, como descolorações, tinturas e luzes, o vinagre fecha as cutículas, facilitando a hidratação.

Vinagre de maça

E, para usar, é fácil: basta misturar 100ml de água e 25ml de vinagre, aplicando com o borrifador.

Deixe agir por cerca de 15 minutos, enxaguando em seguida, antes de finalizar com condicionador ou leave-in.

Mas, como o pH dos cabelos não muda (e nem deve), use o vinagre apenas quando necessário, pois, aplicado diariamente, pode provocar a compactação excessiva das cutículas, fazendo com que elas se partam.

Há vinagres próprios para cabelos, então, você pode dar uma pesquisada, ok? Sempre se lembrando de usar com moderação!

Esperamos que tenham gostado da dica! Até mais!

você pode gostar também
Deixe um comentário

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More