O guia para cabelos ondulados que você respeita

Confira um guia sobre cabelos ondulados, cacheados e crespos, contendo informações sobre particularidades, diferenças entre eles e dicas de corte.

0

Salve, meninas! Tudo bem com vocês? Nós de Tudo Sobre Cabelos não cansa de bater nessa tecla: ondulados, cacheados e crespos são lindos.

Felizmente, um número cada vez maior de mulheres tem assumido seus cabelos naturais, se libertando das amarras instituídas por um padrão que as obrigava à sujeição dos procedimentos químicos, chapinhas e secadores.

Mais que uma tendência da moda, o “movimento do cabelo cacheado” é uma questão de identidade. De meninas de oito anos à mulheres de 60, o que elas querem é ostentar seus cabelos naturais, resgatando sua autoestima e se reconhecendo ao quando veem seus reflexos no espelho.

Em nome desse momento maravilhoso que estamos vivendo, trouxemos um guia sobre cabelos ondulados, cacheados e crespos, contendo a diferença entre eles, as características de cada estilo e dicas de corte.

Fios e formatos

Cabelo Cacheado

Os formatos de cabelo são divididos em quatro, sendo eles o liso, ondulado, cacheado e crespo, cada um recebendo sua numeração – 1, 2, 3 e 4, respectivamente.

Dentro de cada tipo de cabelo, há três subdivisões, denominadas por letras – A, B e C.

Acontece de, às vezes, o cabelo apresentar características de mais de um desses tipos, conhecidos como híbridos.

Mas, por que tudo isso? Porque conhecer seu tipo de cabelo é primordial para tratar melhor dele, adquirindo os produtos adequados, além de trocar informações com profissionais e pessoas que tenham o mesmo tipo de cabelo que o seu.

No quadro abaixo, vamos separar as características dos três tipos de cabelo que são o foco de nosso post.

Ondulado (2) Cacheado (3) Crespo (4)
A Semi-ondas, com fios finos, lisos na raiz e leve ondulação no comprimento. Ex: Gisele Bundche Cachos definidos, soltos e abertos, como se feitos com babyliss. Quanto mais longos, mais cacheado. Ex: Ana Paula Arósio Em S ou cachos micro bola, parecidos com o 3C. Os cachos são mais fechados, com mechas em vários S. Ex: Sharon Menezes
B Curvilíneos, lisos na raiz, mas, ondas definidas mais próximas da raiz. Fios mais encorpados e resistentes. Ex: Camila Pitanga Espiral e cachos suaves, espiralados, abundantes e definidos. O enrolado é mais aparente porque as mechas se soltam. Ex: Débora Nascimento Em Z, sem padrão de onda definido. Os cachos formam ângulos agudos. São densos e volumosos. Ex: Vanessa da Mata.
C Ondas fechadas, com fios mais grossos e volumosos, ondas desde a raiz, porém, ainda sem formar cachos. Ex: Shakira Cachos médios, mais volumosos, finos, delicados, estreitos e fechados na circunferência de um lápis. Ex: Taís Araújo Cachos pequenos, densos, muitas vezes, sem definição, principalmente quando secos, além de finos. Ex: Lupita Nyong’o.

Dicas de corte

Mais liberdade! Já foi o tempo em que os cortes para cabelos ondulados, cacheados e crespos eram limitados ao tipo trapézio. Agora, vale tudo: Chanel, camadas, graduados, long bob e franja. É o mais puro empoderamento feminino, no qual a mulher corta suas madeixas de acordo com seu próprio estilo.

O primeiro passo para atingir o corte ideal é procurar por um bom profissional, de preferência, especializado nesse tipo de cabelo. Ele vai saber o melhor tipo de corte para obter o caimento perfeito, dando uma verdadeira consultoria de visagismo.

Outro ponto a observar é que a inspiração não deve vir de um cabelo liso, e, sim, do tipo similar, para ter uma noção do efeito que vai ser obtido. Aqui, segue algumas inspirações de celebridades:

  1. Cabelo 2A

  • Cortes em camadas e franjão, como Gisele Bundchen

Gisele Bundchen

  1. Cabelo 2B

  • Repicado nas pontas, dando leve movimento e volume aos cabelos inteiriços, assim como fez Drew Barrymore

Drew Barrymore

  1. Cabelo 2C

  • Cortes mais modernos, como os repicados desde o topo da cabeça de Patrícia Pilar. Ou, ainda, o bob inteiriço, com base reta, textura nas laterais e sem camadas marcadas, assim como os de Sophie Charlotte.
  1. Cabelo 3A

  • Os próprios cachos se encarregam do movimento, sem ser necessário repicar. É só ver como ficam os cabelos de Camila Alves. Também é válido apostar nas camadas leves a partir dos ombros, ideal para dar movimento e leveza, como nos cachos de Julia Konrad.
  1. Cabelo 3B

  • Cortes do tipo Bob, como de Juliana Paes, ou assimétricos de base graduada, assim como Letícia Sabatella.
  1. Cabelo 3C

  • Assim como o tipo 3ª, os próprios cachos “arranjam” o movimento. Exemplo: Lucy Ramos

Lucy Ramos

  1. Cabelo 4A

  • Cortes em camada, como no efeito cascata, dando volume ao topo. Para se ter uma ideia, é só ver os cabelos de Juliana Alves e Sharon Menezes.
  1. Cabelo 4B

  • Cortes graduados tendo resultado uniforme, como os de Lellezinha. Ou, ainda, fios inteiriços supervolumosos e franja irregular, como de Solange Knowles.
  1. Cabelo 4C

  • Se quer destacar o rosto, aplique o curto de Lupita Nyong’o, com topo destacado, nuca e laterais batidas. Ou, ainda, nuca graduada e topo uniforme, no estilo Black com Twist, como o adotado por Viola Davis.

Então, meninas, sabendo a diferença entre cada tipo de cabelo, fica mais fácil tratar. Cabelos ondulados, cacheados e crespos pedem maiores cuidados devido a maior propensão ao ressecamento.

Isso acontece porque a própria estrutura do fio torna a distribuição da oleosidade natural pelo comprimento, da ponta até a raiz, resultando em raiz oleosa e ponta seca.

Portanto, além de adotar o uso de produtos específicos para esses tipos de cabelo (que contêm os compostos e nutrientes necessários), invistam no cronograma capilar, intercalando os tratamentos de hidratação, nutrição e reconstrução.

A umectação, feita com óleo vegetal (que permanece nos cabelos por até duas horas), também é excelente para proporcionar brilho e maciez. E, na hora de realçar os cachos, não se esqueça dos cremes de pentear específicos e ativador de cachos, principalmente aqueles que contenham princípios hidratantes em sua composição.

Abaixo, segue alguns vídeos contendo dicas caseiras de hidratação e outros tratamentos para cabelos ondulados, cacheados e crespos.

Finalização para cabelos ondulados:

Como cuidar de cabelo ondulado:

Finalização sem volume para cabelos cacheados:

Hidratação caseira para cabelos cacheados:

Finalização para cabelos crespos e cacheados:

Twist Out seco para cabelos crespos:

Meninas, então, é isso! Ficamos muito felizes em perceber a quantidade de adeptas à transição capilar e que assumem seus cabelos naturais!

Muito mais do que aderir à moda, trata-se de uma atitude relacionada à identidade própria e autoestima, libertando-se de padrões impostos em que, muitas vezes, tantas meninas não se reconhecem!

Boa sorte, um grande beijo e até a próxima!

Deixe um comentário

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More