Colágeno: O melhor amigo dos seus cabelos

Confira os benefícios do colágeno para seus cabelos e pele, bem como as formas de obtenção.

0

Meninas lindas de todo o Brasil! Como vão vocês? Girls, no post de hoje, vamos tratar de um elemento muito, mas, muito importante para a saúde e vitalidade não só dos nossos cabelos, mas, também, da nossa pele e unhas: o colágeno!

Até já comentamos sobre ele em alguns textos passados, mas, como componente de produtos e alimentos indicados. Agora, vamos tratar desse assunto com um pouco mais de detalhes, ok?

O colágeno

O colágeno é uma proteína, cuja função é dar firmeza, estrutura e elasticidade à pele. É conhecido, também, por ser um agente potente de retenção da umidade, sendo muito utilizado em produtos de pele e cabelo, independente do tipo (seco, oleoso). A retenção hídrica é comprovada cientificamente, indicando sua ação hidratante.

O colágeno fortalece os vasos sanguíneos, evitando a formação de varizes e agindo na nutrição da pele, cabelos e unhas. Seu uso em produtos capilares é reforçado por sua afinidade com a queratina, agindo contra a perda proteica e como protetor dos fios. Além disso, incluir a substância nas tinturas permite maior absorção dos pigmentos, resultando em cor intensa e uniforme.

O colágeno é formado por diversos aminoácidos e ativos essenciais para a saúde capilar, como serina, treonina e tirosina. Esse componente é, naturalmente, produzido pelo organismo, mas, é possível complementar por meio de alimentos e suplementos que o tenham em sua composição.

Para que serve o colágeno?

Pensem numa substância importante para o corpo! Pois é! O colágeno é essencial para que as células dos tecidos permaneçam unidas e firmes, função imprescindível para pele, unhas e cabelos, além de tecidos que integram ligamentos, tendões, músculos e articulações. Para terem uma ideia, o colágeno representa 70% da proteína epitelial e 30% da proteína corporal.

Dentre os principais benefícios do colágeno, podemos citar:

  • Fortalecimento das unhas, que não se quebram facilmente sem quebrar
  • Fortalecimento capilar, pois, o colágeno está presente na fibra dos cabelos, auxiliando, também, no crescimento
  • Elasticidade da pele e fortalecimento dos tecidos, prevenindo o surgimento de rugas, linhas de expressão e estrias
  • Tonificação muscular, sendo diretamente proporcional à força dos músculos
  • Fortalecimento dos ossos e articulações, por ser o principal componente desses órgãos
  • Ajuda no emagrecimento ao aumentar a sensação de saciedade e manter a massa magra.

Fatores de perda do colágeno

Existem alguns fatores que influenciam na produção natural de colágeno por nosso organismo. O primeiro deles é a idade. A partir dos 25 anos, aproximadamente 1% desse elemento vai embora, anualmente. Daí, ao chegar nos trinta, você já percebe os efeitos por meio das rugas e flacidez, já que a pele começa a perder um pouco de sua elasticidade.

Outro fator que contribui para a redução da produção de colágeno é a glicação, que são os danos causados à estrutura do colágeno (e, também, outras proteínas) devido ao consumo excessivo de carboidratos e açúcar, sol em exagero, stress e tabagismo. Dada a importância do elemento para o nosso organismo, é importante repor essa perda de alguma forma.

Formas de reposição

Como comentamos, o colágeno é, naturalmente, produzido pelo corpo, mas, há fatores que fazem com que a quantidade presente no nosso organismo seja afetada. Por isso, é necessário repor essa carência, o que não é difícil e nem sofrível de fazer. Você pode melhorar os níveis de colágeno tanto por meio de suplementos como na alimentação.

O colágeno pode ser obtido por suplementos em pó, comprimidos e cápsulas, adquiridos em lojas de produtos naturais, farmácias (convencionais e de manipulação) e lojas on-line. Mas, antes de comprar, procure um profissional para orientação.

O elemento também está presente em alimentos como carnes (brancas e vermelhas), gelatina, ovos, geléia de mocotó e frutas cítricas. Neste caso, frutas ricas em vitamina C, como a laranja, contribuem para a síntese de proteínas que, posteriormente, é transformada em colágeno. A verdade é que ambos são, igualmente, eficientes. O que importa é a qualidade da proteína e se os aminoácidos estão intactos.

Isso porque, ao ser digerido, o colágeno é desmembrado em aminoácidos, que são os “tijolos” da proteína. Nesse formato, os aminoácidos são recombinados da forma como o organismo precisa, seja como cabelos, unhas, tecido muscular ou o próprio colágeno. A única desvantagem do suplemento é o risco de adição de solventes químicos, que fornecem baixa qualidade nutricional.

Outras fontes de colágeno são:

  • Silício: forma colágeno, elastina e fibroblastos, regenerando e reestruturando a pele (aliás, é o mineral que a sustenta)
  • Zinco: regenera a pele e controla a secreção sebácea, além de clarear a pele e proteger elastina e colágeno
  • Enxofre: mantém a pele jovem e macia, auxilia no processo de cicatrização e produz queratina e colágeno
  • Vitaminas: complexo A (renova a pele), B3 (clareia manchas, protege contra a desidratação, equilibra produção de sebo, produz ceramidas), C (formação adequada do colágeno e paredes dos vasos sanguíneos), E (antioxidante, proteção contra a radiação solar e radicais livres).
  • Ômega 3: papel fotoprotetor, evita o ressecamento, propriedades anti-inflamatórias, aumenta a produção de colágeno e elastina.

É isso, meninas! Esperamos ter trazido boas informações sobre esse componente essencial para a saúde da nossa pele e cabelos!

Colágeno: O melhor amigo dos seus cabelos
4.5 (90%) 2 votes

você pode gostar também