Cabelo aos quarenta, como cuidar?

Aprenda como reverter os efeitos do envelhecimento capilar, combatendo a queda e o ressecamento dos fios

0

Olá, leitoras queridas! Tudo bem com vocês? Há alguns posts atrás, demos dicas para mulheres de todas as faixas etárias sobre cortes ideais para cabelos longos.

Porque, afinal, você pode ter o cabelo que quiser, quando quiser, certo? E, lá no meio das dicas, mencionamos como fazer ao passar dos quarenta, devido ao efeito do tempo nos fios.

Mulher depois dos 40

Sim, infelizmente, todo cabelo tem seu ciclo e, ao chegar aos quarenta, assim como os sinais do tempo começam a aparecer na pele, o fazem nos cabelos. Com o tempo, é notável alterações importantes, como a redução da densidade e espessura dos fios, além da despigmentação (os famigerados cabelos brancos).

Mas, nem tudo está perdido! Com os tratamentos e técnicas corretos, é possível reverter processos comuns nesta etapa, como queda e ressecamento, ostentando uma cabeleira tão jovem como sempre foi!

Por que os cabelos envelhecem?

Trata-se de um processo natural. Com o passar do tempo, nosso organismo já tem maior dificuldade em continuar produzindo os nutrientes necessários para a saúde dos cabelos, fazendo com que eles fiquem com o aspecto espigado. Um dos principais nutrientes perdidos são os aminoácidos, partículas que constituem a proteína, base da formação capilar.

Por isso, notamos que ficam quebradiços, ressecados e começam a cair. Além do fator idade, processos químicos agressivos podem agravar o quadro de ressecamento dos fios.

Como fazer para combater o ressecamento?

Cabelos muito sensíveis querem tratamentos de ação profunda. Por isso, invista em produtos hidratantes diariamente, como shampoos, condicionadores e cremes de pentear. A adoção de um cronograma capilar contendo tratamentos semanais, como hidratação e nutrição, é essencial para repor os nutrientes perdidos.

Jennifer Aniston

Alguns produtos têm ação ainda mais profunda, tratando a fibra capilar de dentro para fora, acabando com o aspecto áspero e opaco.

Porém, muitos deles só são obtidos por profissionais, por isso, se possível, recorra ao salão de beleza, pelo menos uma vez por mês, para promover uma hidratação mais profunda.

A proteção contra os raios UV é outra forma de proteger os cabelos da ação cronológica, pois, aqueles reduzem a elasticidade dos fios e contribuem para o ressecamento. A cauterização é outro tratamento bastante indicado para a restauração capilar por nutrir os fios e fechar as cutículas capilares.

Uma consequência do ressecamento provocado pelo envelhecimento são os fios opacos e sem brilho. Isso é péssimo para a beleza dos fios, além de impedir que qualquer coloração se fixe nos cabelos ou algum corte realce. Para combater o problema, a nutrição e hidratação também são fundamentais, associadas ao uso de finalizadores nas formas de spray ou óleo. Esse produto vai trazer mais luminosidade aos fios.

Meus cabelos estão quebradiços, o que fazer?

Outra consequência do envelhecimento capilar são os fios quebradiços e sem vida. Isso acontece porque há o enfraquecimento da fibra, ocasionado pela falta de nutrientes. Assim, é importante recorrer à reconstrução, outro tratamento que compõe o cronograma capilar (está vendo como é importante adotá-lo?).

O objetivo da reconstrução é repor a massa capilar e, consequentemente, os nutrientes, tornando os fios mais fortes que não se quebram com facilidade.

Usando os produtos corretos, você ainda cria uma camada protetora nos fios, evitando a ação de agressores externos, como vento, sol e poeira.

A elasticidade e estrutura dos cabelos podem ser devolvidas através do lifiting capilar, procedimento que previne o fotoenvelhecimento capilar, tão comum nos quarenta anos.

O processo é feito mediante a aplicação de um shampoo específico associado à máscara lipo recharges, reconstrutora do couro cabeludo. O procedimento deve ser feito por profissionais e devolve a vida aos cabelos, acabando com o aspecto cansado.

E a queda, como resolvo?

Queda de cabelo

Durante a menopausa, as mulheres podem notar o aumento da queda capilar em razão das alterações hormonais.

É claro que, como já comentamos aqui, no Tudo Sobre Cabelos, a queda capilar faz parte do próprio ciclo do cabelo, mas, caso haja uma queda acentuada, é preciso procurar um dermatologista para identificar a raiz do problema.

Nesse caso, é importante seguir as recomendações médicas para esse período vida, bem como evitar tratamentos químicos agressivos que enfraqueçam, ainda mais, a raiz dos cabelos.

Produtos adequados para hidratação e nutrição também são essenciais para combater a queda e ativar o crescimento dos fios. Ingredientes naturais, como babosa, são excelentes para esse fim.

Cuidar da minha alimentação ajuda?

Alimentos para crescer cabelo capa

E como! A alimentação saudável faz bem para a sua silhueta e, também, para os cabelos. Para combater a desidratação e queda capilares, invista em alimentos ricos em magnésio (responsável pela produção das proteínas, presente em frutos do mar, melão, abacaxi, nozes e abacate), cálcio (cuja deficiência torna os cabelos quebradiços, presente em salmão, sardinha, tofu, folhas verdes e gergelim), sódio (que dá brilho e controla o teor de água dos fios, presente em tomate, tofu, aipo e frutos do mar), potássio (flexibilidade e hidratação, presente em banana, carnes magras, amêndoa, uva, pepino e semente de girassol) e zinco (dá força aos fios, presente em carnes, ostra, ovos e gérmen de trigo).

Meninas, o efeito do envelhecimento é inevitável, mas, passível de solução. O importante é não se deixar levar pelos padrões e comentários preconceituosos relacionados à idade, sentindo-se bem consigo mesma. Afinal, o que importa mesmo é a idade da sua alma!

Beijos e até o próximo post!

Você pode gostar
você pode gostar também