Navalha: mocinha ou vilã?

Entenda sobre as indicações do uso da navalha para cortar os fios, bem como as contraindicações para obter os melhores resultados.

0

Olá, olá! Você, com certeza, já deve ter ouvido falar em algum que cortou os cabelos com navalha, não é verdade? Isso se, você mesma, já não tiver usado a técnica para desfiar os fios!

Instrumento muito utilizado por profissionais que querem obter cortes com resultados mais desconexos, ainda gera certa controvérsia sobre seu uso sendo, ao mesmo tempo, amada e odiada por muitos! Alvo de preconceito por clientes e cabeleireiro, a navalhete, como também é conhecida, tem suas vantagens e desvantagens.

Navalha x tesoura

A navalha corta os cabelos em camadas, engrossando as pontas e tirando volume. Por isso, dá melhor caimento ao corte, além de mais movimento, emoldurando o rosto. O instrumento é ótimo para franjas, cortes desiguais e desfiados.
Também é mais indicado que a tesoura para quem quer tirar volume, pois, consegue três vezes mais resultado.

Mas, isso não significa que você precisa aposentar de vez a tesoura comum. Unir os dois equipamentos é a aposta certa na hora de mudar o visual. Aliás, é uma boa pedida para quem tem o cabelo mais volumoso e quer um corte mais leve. Juntas, as duas ferramentas podem proporcionar um look geométrico, sem pesar as madeixas e deixa-las sem forma definida.

Vantagens do corte com navalha

A primeira grande vantagem de cortar um cabelo com o instrumento é a rapidez que ele permite em conseguir o efeito desfiado com pontas mais leves e, ao mesmo tempo, balanço aos fios. Além disso, é de fácil utilização e, ao contrário do que muitos pensam, não causa danos às madeixas.Portanto, é importante desconstruir esse mito. Atualmente, o profissional tem, à sua disposição, diversos modelos para escolher, basta conhecê-los.

Cortando os cabelos com navalha

A perícia do profissional o mostra, também, que ele jamais deve usar uma lâmina cega. Aí, sim, causará danos aos cabelos da cliente, pois, ao invés de cortar, vai rasgar a fibra, deixando as mechas com aquele aspecto quebrado que todas temem.

As desvantagens

A desvantagem do desfiado é que, nesse corte, é maior incidência de pontas duplas. Isso acontece porque, ao ser desfiado, o efeito é o mesmo de como se tivesse sido descascado, o que provoca o nascimento de uma ponta a mais no final. Mas, o retoque pode evitar esse problema.

Normalmente, os cabelos desfiados precisam de manutenção mínima de dois meses para refazer o corte. Se a manutenção for feita dentro deste tempo, as tais pontas duplas não aparecerão, pois, o intervalo não é suficiente para isso.

Porém, caso a visita ao salão demorar mais tempo, aí, sim, as pontas duplas poderão surgir. Outra forma de evitar o problema é aplicada ainda durante ao corte, por meio do uso de modelos elétricos que esquentam a lâmina e, por isso, cauterizam as pontas.

Desconstruindo mitos

Algumas clientes e hair stylists acreditam que o corte com a lâmina pode deixar os cabelos mais ralos. Essa impressão se dá pelo motivo de que a navalha retira metade da massa capilar do fio.

Aí, mais um motivo para que o profissional seja bem qualidade, pois, a intensidade do corte deve ser dosada pelo profissional, levando em consideração a textura e o corte desejado. Sendo assim, o uso da navalha deve ser evitado em cabelos finos e sensibilizados, ou, pelo menos, feito com mais cautela.

Indicações e contraindicações

Nesse tipo ondulado de cabelo, o efeito desfiado só vai aparecer quando as madeixas estiverem escovadas. Então, o profissional deve passar essa informação à cliente antes do corte para evitar frustrações.

Navalha e tesoura

Além disso, os cabelos ondulados são mais finos, ou seja, há ressalvas quanto ao corte com navalha. O uso indevido do instrumento pode trazer o efeito contrário do que a usuária deseja.

No lugar de tirar, pode dar mais volume, pois, com a retirada de parte da massa capilar, o cabelo vai ficar mais leve. O mesmo problema não acontece com as cabeleiras grossas, como os orientais e indígenas. Estas podem abusar do uso da navalha, que oferece leveza e balanço aos fios mais pesados.

Até porque, nesse tipo de cabelo, que é liso por natureza, os desfiados aparecem com maior facilidade. Aliás, o corte com navalha foi inventando, justamente, pelos orientais.

Dica

Quando for ao cabeleireiro pedir o corte com navalha, peça ao profissional que o faça com os cabelos ainda secos. Dessa forma, será possível ver o resultado instantaneamente. Para os cabelos cacheados, inclusive, essa é a técnica mais indicada para o corte, pois, há diferença de tamanho quando estão secos e molhados.

Navalha: mocinha ou vilã?
Avalie este artigo

você pode gostar também
Você pode gostar