Se eu deixar de fazer progressiva, meu cabelo volta ser Natural?

Descubra o que acontece em seus cabelos quando você deixa de fazer progressiva.

0

As mulheres estão sempre querendo mudar seus visuais, colorem seus cabelos, fazem novos cortes, penteado de diferentes estilos é uma loucura.

Querem Inclusive mudar a textura dos cabelos uma hora os deseja lisos em outro momento querem natural o que dificulta muito em casos de cabelos alisados ou com qualquer outra química.

Se você deseja voltar a usar seu cabelo natural temos algumas dicas muito interessantes, confira a seguir:

Dicas Para te ajudar a usar seu cabelo natural

  1. Corte o cabelo com progressiva

Como sempre quando o assunto é consertar o cabelo ou agilizar o processos, a melhor coisa a se fazer é cortar o cabelo.

Opte por um corte que valorize seu cabelo e ao mesmo tempo, te ajude a conquistar seu objetivo, que nesse caso é ter seus cabelos naturais novamente. Essa não é a única opção!

  1. Não faça mais progressiva

Se estiver realmente disposta a recuperar seus cabelos naturais novamente, deve esquecer as químicas, deve cuidar de seu cabelo com hidratações! Se quiser recuperar a cor natural também deve deixar de usar coloração.

Você deve estar 100% disposta a passar pelo processo, pois leva tempo até que seu cabelo fique da maneira que deseja.

  1. Como retirar a progressiva do cabelo?

Não tem uma formula ou química anti-progressiva, por isso é importante pensar bem antes de fazê-la. Mais existem uma maneira que potencializa e faz com que seu cabelo saia daquele aspecto 100% liso.

Que é lavando freqüentemente os cabelos, na hora que for lavar os fios esfregue bastante, pois isso vai ajudar à progressiva ficar digamos que mais fraca no seu cabelo, como se estivesse na hora de fazer novamente.

Não tem segredo a progressiva é uma química que faz uma mudança radical no seu cabelo, mais é possível voltar os fios naturais, ou pelo menos deixar mais próximo do natural!

Se eu deixar de fazer progressiva, meu cabelo volta ser Natural?
Avalie este artigo

Você pode gostar

você pode gostar também