No Poo e Low Poo

No post de hoje, traremos informações sobre essas duas técnicas de lavagem difundidas por moças dos cabelos cacheados.

0

Meu Deus do céu! Morri de susto com esse título! Respira, menina, que a novidade é boa! Esses dois nomes complicados, na verdade, são duas técnicas de lavagem muito usadas pelas moças de cabelos cacheados, mas, que, devido a sua eficácia, acabaram sendo adotadas por todo mundo: No Poo, Low Poo. Além de, simplesmente, lavar, esses métodos têm o objetivo de recuperar os fios ressecados e danificados.

Como surgiu?

Quem, primeiramente, falou sobre essas técnicas foi a cabeleireira Lorraine Massey, que as descreveu em seu livro “Curly Girl”. No que ela chamou de Curly Girl Method (método da garota cacheada), Massey descreve os processos como técnicas e formas de lidar com os cabelos crespos e cacheados, evitando produtos derivados do petróleo.

O que é No Poo e Low Poo?

No Poo e Low Poo são métodos mais saudáveis de lavagem, banindo ou, pelo menos, evitando ativos que trazem malefícios aos cabelos, retiram a umidade necessária e as hidratações. Ou seja, princípios que ressecam e danificam os fios. Por isso, são muito indicadas por pessoas com cabelos secos.

No Poo: significa sem shampoo. Nessa técnica, a lavagem é feita somente com o condicionador, também chamado de co-wash. Esse método deixa os fios mais limpos e hidratados.

Low Poo: aqui, o shampoo até é usado, desde que seja livre de sulfato. Isso porque o elemento é incluído nas fórmulas para promover a limpeza profunda, o que pode causar ressecamento. Essa lavagem garante hidratação e limpeza adequada, sem agressão, com a ajuda de outros componentes, como o Cocomidopropyl Betaine, que limpa os silicones solúveis e insolúveis em água.

Também é necessário que os produtos sejam livres dos derivados de petróleo, cujos componentes formam uma espécie de filme protetor nos fios que, acumulados, impedem a absorção de outros nutrientes necessários.

Como começar?

A ideia das duas técnicas é libertar seus cabelos dos derivados de petróleo, portanto, para adotar, é necessário remover os possíveis resíduos que ainda estejam neles. Isso é feito com uma última lavagem com shampoo de sulfato (livre de petrolatos). São proibidos os componentes: óleo mineral, parafina líquida, isoparafina, vaselina e petrolatos.

Se, na primeira lavagem, ainda não sentir que os cabelos estão limpos, repita o processo, aplicando um condicionador para a técnica de massagem, enxaguando em seguida. Não se esqueça de excluir o uso de finalizadores, máscaras e óleos minerais na composição. A partir daí, seus cabelos já estarão prontos para as duas técnicas. Mas, antes, certifique-se de que seus utensílios, como pentes, presilhas e escovas estejam higienizados.

No co-wash, você usa apenas o condicionador para lavar os cabelos, desde que não tenha silicone e petrolatos na sua composição. Ou seja, deve ser um condicionador liberado para o No Poo.

Aplique o condicionador nos cabelos úmidos, massageando bem com as pontas dos dedos. Depois, enxágue e seque com a toalha. Finalize como preferir (finalizadores que também devem ser liberados).

O resultado dessas técnicas é ver seus cabelos realmente hidratados. Porém, frisamos que, no início, os cabelos podem ficar pesados e sem brilho, principalmente os mistos e oleosos. Então, faça uma hidratação para que os fios se ambientem.

Mas, é bom lembrar que não é recomendado usar apenas uma das técnicas. Pelo menos uma vez na semana, use o shampoo sem sulfato para remover os silicones insolúveis que o condicionador não é capaz de tirar.

Ah, e abuse de produtos naturais para complementar sua hidratação. Óleos vegetais, como de coco, amêndoas, macadâmia, vinagre de maçã e amido de milho são super liberados e fazem um bem enorme para os cabelos.

Para te guiar, segue uma lista de opções que vocês podem analisar dentro da técnica:

  • Usar xampu sem sulfato (nem petrolato) com um condicionador liberado, não necessariamente para co-wash. A indicação é usá-la 1x/semana, independente do low ou no poo, para evitar o acúmulo de resíduo nos fios.
  • Combinar o xampu sem sulfato (nem petrolato) com um condicionar com função de co-wash;
  • Somente o co-wash;
  • Condicionador co-wash com outro condicionador indicado para low poo;

E, aqui, a listinha dos “procurados”, aqueles elementos que são abolidos das técnicas:

Petrolatos

  • Alcano (Alkane)
  • C12-20 Isoparaffin
  • C13-14 Isoparaffin
  • Dodecano/Dodeceno
  • Hydrogenated Polysobutene
  • Isododecano/Isododeceno
  • Isoparafina (isoparafin)
  • Óleo mineral (mineral oil)
  • Parafina líquida (Paraffinum Liquidum)
  • Petrolato (Petrolatum)
  • Vaselina (Vaselin)

Sulfatos

  • Sodium Laureth Sulfate
  • Sodium Myreth Sulfate
  • Sodium Lauryl Sulfate
  • Ammonium Lauryl Sulfate
  • Ammonium Laureth Sulfate
  • Sodium Trideceth Sulfate
  • Sodium C14-16 Olefin Sulfonate
  • Sodium Myreth Sulfate
  • Sodium Alkylbenzene Sulfate
  • Sodium Coco-sulfate
  • Ethyl PEG-15 Cocamine Sulfate
  • Dioctyl Sodium Sulfosuccinate
  • TEA-dodecylbenzenesulfonate
  • TEA Lauryl Sulfate

Silicones

  • Dimethicone
  • Dimethiconol
  • Phenyl Trimethicone
  • Amodimethicone

E vocês, meninas, já conheciam as técnicas? Se sim, o que acham? Já testaram? Contem pra gente!

Você pode gostar
você pode gostar também
Deixe um comentário

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More