Manual do Ruivo: Cores, Tintas e Numerações

Saiba tudo sobre as tonalidades de ruivo com nossas dicas de tons e produtos para chegar à cor de cabelo que seja.

0

Ser uma ruiva é o objeto de desejo de muitas mulheres ao redor do mundo. Quem toma a decisão de apostar de vez nessa mudança acaba se deparando com uma dúvida: que tom de ruivo escolher?

Isso ocorre porque os tons são de fato realmente diversos, dificultando a escolha de quem quer entrar nessa jornada. Algumas mulheres ficam tão indecisas e insatisfeitas com o resultado após o processo de coloração que acabam testando inúmeros tons antes de encontrar aquele que desejam.

Para escolher o ruivo ideal, é preciso levar em consideração algumas dicas a respeito de diferenças entre pessoas, tipos de cabelo e, principalmente, sobre os produtos disponíveis no mercado.

A primeira dica de todas é ter em mente que cada cabelo se comporta de uma maneira com a tintura, de acordo com a cor da base, a facilidade do fio em abrir o tom, entre outros elementos. Também é importante considerar se o cabelo já é colorido ou não. Por esses e outros motivos, é legal analisar todos os fatores para não se decepcionar se o resultado não ficar como naquela pessoa na qual se inspirou.

A segunda dica é conhecer os tons de ruivo disponíveis, para assim decidir com mais facilidade de qual você se gosta mais. Alguns combinam mais ou menos com certos tons de pele, mas essa escolha é totalmente pessoal e depende do gosto de cada uma.

Para ajudar as futuras e atuais ruivas, vamos explicar melhor quais são os tons de ruivo existentes, quais suas numerações, e quais são as melhores tintas disponíveis no mercado.

Principais tons de ruivo

1 – Borgonha (4.62, 4.26, 5.25 e 5.62)

Esse tom também é conhecido como acaju ou marsala, justamente por ser mais escuro, por vezes até arroxeado. Na verdade, o borgonha é considerado um tom de castanho escuro com reflexos avermelhados, então às vezes pode não ser incluído na prateleira ao lado dos demais ruivos.

Seja como for, se a intenção for garantir um borgonha mais arroxeado, os tons indicados são os chamados acaju/borgonha ou castanho escuro vermelho

azulado (numeração 4.26 ou 5.25). Já se a preferência for por um tom mais para o lado de vinho, as numerações de tintura indicadas são a borgonha ou castanho escuro vermelho azulado (4.62 e 5.62).

Vermelho Borgonha
Vermelho Borgonha

2 – Cobre Avermelhado (nuances 0.46 ou 0.64)

O cobre avermelhado é um ruivo que mistura vermelho e cobre para compor um tom laranja bem vivo. A cor ideal vai depender da preferência de cada uma: os loiros vermelhos acobreados (numerações com nuance 0.64) resultam em um tom mais avermelhado do que cobre, enquanto os loiros cobre avermelhados (numerações com nuance 0.44) têm efeito contrário, um tom mais cobre que vermelho.

Para chegar ao cobre avermelhado, também é possível utilizar um mix corretor vermelho misturado com uma tintura acobreada. A proporção de cada um vai depender do resultado desejado.

Cobre Avermelhado
Cobre Avermelhado

3 – Cobre Escuro (5.4 ou 6.4)

Por ser o ruivo mais fechado de todos, se parece bastante com os tons de castanho. As tinturas cobre escuro são chamadas de loiro escuro acobreado, e levam numerações como 5.4 e 6.4. Esse tom é muito buscado por quem deseja ser ruiva, mas também quer discrição.

Ruivo Cobre Escuro
Cobre Escuro

4 – Cobre Médio (4.4, 7.44 ou 7.77)

Esse é o tom mais procurado por quem quer ingressar no maravilhoso mundo das ruivas. Assim como o cobre escuro, o médio tem pigmentos acobreados, mas, por sua vez, conta com um tom base mais claro. As tinturas são as chamadas de loiro médio acobreado, e vão desde o cobre normal (numeração 7.4) até o cobre intenso (7.44). As cores intensas contam com um número repetido no final.

Cobre Médio
Cobre Médio

5 – Cobre Claro (8.4 ou 8.44)

Seguindo a lógica das anteriores, o cobre claro é uma tonalidade com pigmentos acobreados, mas com base mais clara em relação ao médio. As tinturas têm numerações 8.4 ou 8.44 e são chamadas de loiro claro acobreado.

Cobre Claro
Cobre Claro

6 – Cobre Claríssimo (9.43, 10.43, 9.34 ou 10.34)

É o ruivo mais clarinho, bem parecido com os tons ostentados pelas ruivas naturais. Também conhecido com strawberry blonde, o cobre claríssimo pode ser encontrado com os nomes de loiro claríssimo acobreado dourado (9.43 ou 10.43) e loiro claríssimo dourado acobreado (9.34 ou 10.34). Enquanto o primeiro puxa mais para o cobre, o segundo chega mais perto do loiro. Para aplicar esse tom de ruivo e chegar ao resultado desejado, o cabelo deve estar super claro.

Cobre Claríssimo
Cobre Claríssimo

7 – Vermelho Cereja (6.6, 7.6, 6.5 ou 7.5)

Esse vermelho é parecido com o borgonha, mas tem apenas o tom avermelhado próximo ao vinho, e não os reflexos azulados. Ao contrário do tom fantasia, não é necessário platinar a base para obter essa tonalidade intensa de vermelho. Para atingir a essa cor, utilize tinturas com base 6.0 ou 7.0 e nuances 0.5 ou 0.6. Produtos com essa numeração podem ser encontrados facilmente em farmácias.

8 – Vermelho Fantasia (0.6)

Essa cor é ideal pra quem deseja aquele vermelhão bem chamativo, o vermelho mais puro. Por ser um tom fantasia (não existem cabelos naturais dessa cor), os tonalizantes, colorações e mix desse tom em geral são encontrados apenas em lojas especializadas que trabalham com cores fantasia. Para conseguir chegar a esse tom, os fios devem estar descoloridos e a base platinada (algo por volta do 10.0) antes de aplicar a tintura 0.6. Se a base estiver muito mais clara do que isso, o cabelo pode ficar mais puxado para a cor cereja.

Vermelho Fantasia
Vermelho Fantasia

9 – Laranja Fantasia (0.43 e 0.44)

Assim como o vermelho, o laranja é uma cor fantasia, então a coloração (ou mix ou tonalizante) também deve ser procurada em lojas especializadas nesse tipo de produto. A base do cabelo deve estar platinada antes de aplicar a cor, que pode ser tanto um tom de laranja puxado para o amarelo (numeração 0.43), quanto um tom mais vivo de laranja (numeração 0.44).

Laranja Fantasia
Laranja Fantasia

Dicas de tintas

O ruivo perfeito só é alcançado com muito cuidado com os fios e muita pesquisa a respeito dos melhores produtos disponíveis no mercado. Separamos uma lista com marcas nacionais e internacionais com preços que vão agradar qualquer bolso.

IGORA, da Schwarzkopf Professional: promete cobertura de até 100% dos fios brancos. Possui uma gama de cores intensas com resultados absolutamente fiéis à cartela.

Maxtom, da Embelleze: com fórmula composta por Ceramidas, Queratina e Silicone, a marca promete possuir qualidade profissional que cobre até 70% dos brancos.

Inoar Color, da Inoar: sua fórmula contém microcápsulas de óleo de argan que deixam os fios mais hidratados e protegidos. Garante 80% de cobertura dos brancos. E o melhor: suas cores podem se misturadas, resultando em tons exclusivos.

Koleston, da Wella: sua fórmula possui tecnologia que faz com que os pigmentos penetrem profundamente nos fios. Outra vantagem da marca é o Reativador da Cor, uma espécie de tonalizante que ajuda muito quem pinta o cabelo em casa.

Professional Color System 3D, da Yamá: composta por uma fórmula que contém queratina, a tintura promete cobertura de 60% dos fios brancos. O produto garante também um duração prolongada da cor com seu Color System 3D.

Manual do Ruivo: Cores, Tintas e Numerações
4.4 (88.89%) 18 votes

você pode gostar também